Após dar a entrada no Seguro Desemprego, pode demorar um pouco a mais para chegar do que o planejado. O MTE tem que cruzar dados, tem que procurar vagas de emprego para você, e se nada realmente for encontrado até o dia do recebimento da primeira parcela, aí sim, você vai receber sem problema algum. Pode parecer muito tempo, mas é um prazo necessário para garantir uma certa segurança para o Governo e até para você, evitando que seja necessário devolver parcelas do Seguro depois por ter recebido sem poder, por exemplo.

Quanto tempo demora para receber a primeira parcela do Seguro Desemprego?

Se tudo correr certo, e você não tiver que entrar com nenhum recurso do Seguro Desemprego, em 30 dias contados da data de entrada do benefício, você começará a receber o benefício. Pode haver algum atraso em relação a feriados e fins de semana, ou até greves de servidores públicos, mas esse é o prazo geralmente estabelecido para o recebimento da primeira parcela.

Data de recebimento do Seguro Desemprego

A primeira parcela do Seguro Desemprego é recebida em até 30 dias após a entrada no benefício. (Foto: www.calculoexato.net)

 

Quanto tempo demora para sair o Seguro Desemprego? Pode demorar mais de 30 dias?

Pode demorar mais de 30 dias sim. Por isso, é bom não sair gastando o dinheiro do seu FGTS e da sua rescisão antes de receber a primeira parcela do seu Seguro Desemprego ou encontrar um novo emprego.

Por que o Seguro Desemprego pode demorar mais de 30 dias para sair a primeira parcela?

O motivo mais comum para não sair a primeira parcela do Seguro Desemprego em 30 dias é a entrada de recurso, ou alguma situação que o MTE entende que não dá direito ao trabalhador de dar entrada no Seguro Desemprego.

Por exemplo, empregados de carteira assinada, mas que são sócios de empresas ou que tem MEI podem ter o Seguro Desemprego recusados e demorar meses para receber a primeira parcela. Casos em que há problemas de documentação também podem ter atrasos significativos nesse prazo, pois há necessidade de atualização dos dados cadastrais, o que pode demorar um tempo.

Não dependa do Seguro Desemprego para seus proventos

O conselho que podemos dar é que cada vez mais o Governo tem dificultado o acesso ao Seguro Desemprego, e as regras tem se tornado mais rígidas. Além disso, tem demorado mais tempo para o Seguro Desemprego sair, inclusive em casos de recursos. Portanto, tome cuidado e previna-se, não dependendo do Seguro Desemprego para sobreviver após uma demissão.

Corte seus gastos, use com sabedoria sua rescisão e seu FGTS, e procure por um emprego o quanto antes. Quaisquer dúvidas, lembre-se que estamos aqui para ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)