Quando você pensa sobre o governo, a imagem do planalto e de um monte de políticos vêm à sua mente. Estas são certamente imagens indeléveis do governo, mas eles não representam totalmente as funções do dia-a-dia de como as utilidades públicas são feitas. Para o funcionário público típico, as imagens mais comuns seriam o interior de um cubículo, a parte traseira de um caminhão de lixo ou a cadeira de uma patrulha policial.

Policiais, bombeiros, assistentes sociais, contadores, programadores, especialistas em recursos humanos são apenas alguns exemplos de carreira. Algumas tem opções nos setores público e privado. Assim como você escolhe se quer trabalhar no setor público ou privado, escolher o concurso público que mais vale a pena para você, independente da carreira que você já tem, depende inicialmente de uma comparação entre os setores privado e público de trabalho.

Os melhores aspectos de um trabalho do governo incluem:

Estabilidade

Ao contrário do setor privado, onde as empresas podem sair do negócio, o governo nunca vai sair do negócio. Agências ou escritórios podem fechar ou transformar-se em novas formas, mas sempre haverá empregos públicos. Os funcionários sempre serão necessários para completar as tarefas que somente o governo faz, e funcionários adicionais serão sempre necessários para apoiá-los.

Flexibilidade

Na grande maioria dos cargos, os trabalhadores podem facilmente manter um equilíbrio entre trabalho e vida saudável. Além disso, horários de trabalho alternativos são comuns em agências governamentais. Para trabalhos que exigem empregados para realizar grande parte do seu negócio fora do escritório, organizações governamentais começaram a fornecer equipamentos para facilitar uma força de trabalho móvel.

 

Concurso público como escolha de carreira

O concurso público é a opção mais estável e segura de emprego que existe, mesmo com todas as suas desvantagens. (Foto: www.indaiatube.com.br)

Benefícios

Benefícios do governo quase sempre excedem os pacotes de benefícios do setor privado. Os funcionários muitas vezes têm planos de saúde superiores com menor custo e planos de aposentadoria favoráveis. Em uma recessão prolongada, benefícios que o governo fornece tende a durar mais tempo e permanecerem melhores que os do setor privado.

Tempo livre

Dias de férias garantidos e bem definidos são uma benção. E os gestores tendem a ser permissivos em aprovar tempo de férias prêmio para funcionários públicos. Feriados nacionais são sempre respeitados. Os governos estaduais e locais, por vezes, têm as suas próprias férias adicionais.

Agora, os piores aspectos de um trabalho do governo incluem:

Retardam o crescimento salarial

Ajustes de custo de vida autorizados para os funcionários públicos raramente acompanham a inflação e aumentos de mérito são dados a apenas uma pequena percentagem dos melhores desempenhos. Para grandes aumentos salariais, os funcionários do governo têm de competir internamente por vagas com salários mais elevados.

Controlado potencial de ganhos

Executivos do governo são pagos muito menos do que os seus homólogos do setor privado. Para atingir os grandes pagamentos, os funcionários governamentais de alto nível saltam para o setor privado.

Os baixos níveis de controle

Burocracia não só frustra cidadãos. Ela também aflige os funcionários do governo que querem fazer as coisas rapidamente. Espere que todas as grandes e muitas pequenas decisões tenham passar por algum tipo de processo de aprovação formal.

Preguiçosos colegas de trabalho

Alguns funcionários do governo apenas fazem o que lhes é pedido e nada mais, mas há muito mais empregados que são levados a atingir mais do que o mínimo. Infelizmente, quem tem uma performance pobre raramente é treinados para um melhor desempenho ou demitido por justa causa.

Falta de infraestrutura básica

Saúde e educação no Brasil, pegando com exemplo, são precárias. Só você ver o estado de boa parte dos hospitais e escolas brasileiras. Muitas são as áreas de setores públicos que precisam de melhorias urgentes e a falta de infraestrutura pode ser um grave problema, além de estressante.

Estudos para os concursos

O grande porém do concurso é a necessidade de muitos estudos até você passar, o que pode tomar semanas, meses e até anos de seu tempo (Foto: www.dinomarmiranda.com)

Concursos públicos: quais valem mais a pena?

Não importa o que você quer fazer, as chances são que você pode fazê-lo para o governo. Você só precisa ter certeza de que você está disposto a colocar os aspectos negativos em troca dos positivos.

Dito isto, carreiras diplomáticas estão no topo das melhores opções. Qualquer profissional pode seguir essa carreira, onde as chances de crescer lá dentro são grandes e com excelentes condições de trabalho e remuneração. Porém, estão também entre os concursos mais concorridos, precisando de um longo tempo de estudos para ter uma chance de passar.

Em segundo lugar, temos as carreiras legais, no ramo do direito. Também, são altamente concorridas. Mas os planos de carreira e as remunerações são ótimos, tornando estes concursos uma excelente opção para quem quer ter uma boa remuneração com boas condições de trabalho.

Em terceiro, a Polícia Federal é outra ótima opção. Apesar de necessitar de aptidão física para o trabalho e o curso de direito para alguns cargos lá dentro, a Polícia Federal é uma opção de carreira muito boa, tanto em remuneração quanto em benefícios.

Vale lembrar que no Brasil, cargos públicos ainda sofrem com muita exploração e falta de suporte básico. Porém, as coisas tem melhorado e quando se fala de cargos públicos, nunca falamos de um mal negócio. Você tem que pesar os prós e contras e a partir daí, ir para uma conclusão geral.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)