O que é leasing operacional?

Escrito na categoria "Motivação no trabalho" por André M. Coelho.

O leasing operacional é um contrato em que o proprietário, denominado locador, permite ao usuário, denominado çocatário, o uso de um ativo por um período específico que é inferior à vida econômica do ativo, sem qualquer transferência de direitos de propriedade. O Locador dá o direito ao Locador em troca de pagamentos regulares por um período de tempo acordado.

O que é o leasing ou arrendamento operacional?

De acordo com o padrão de contabilidade , os pagamentos de arrendamento/leasing pelo Locatário devem ser tratados como uma despesa em uma base linear durante a vida do contrato de arrendamento. O locador tratará os ativos arrendados de acordo com sua natureza no balanço patrimonial. A receita de arrendamento de leasings operacionais será tratada como receita em uma base linear ao longo da vida do contrato de arrendamento.

Leasing financeiro e leasing operacional

Um arrendamento/leasing mercantil ou financeiro é tratado como um ativo no balanço patrimonial da empresa, enquanto um arrendamento/leasing operacional é uma despesa que permanece fora do balanço patrimonial. Pense no arrendamento mercantil como mais uma propriedade de um imóvel e no arrendamento operacional como um aluguel de um imóvel. Existem diferenças significativas entre um arrendamento mercantil versus um arrendamento operacional, e este guia o ajudará a entender a diferença entre os dois tipos de arrendamento e seu respectivo tratamento contábil.

Os arrendamentos de capital são contabilizados como dívida. Eles se depreciam com o tempo e incorrem em despesas com juros.

Para ser classificado como arrendamento mercantil, qualquer uma das quatro condições deve ser atendida:

Alternativamente, há mais um critério que pode ser usado para qualificar um arrendamento como um arrendamento financeiro:

Os ativos sob o leasing são especializados de forma que apenas o locatário seja capaz de utilizá-los sem grandes mudanças serem feitas nos ativos

Os leasings operacionais são utilizados para arrendamentos de curto prazo de ativos e são semelhantes aos arrendamentos, pois não envolvem qualquer transferência de propriedade. Os pagamentos periódicos de arrendamento são tratados como despesas operacionais e são lançados como despesa na demonstração do resultado, impactando tanto o lucro operacional quanto o líquido. Em contraste, os arrendamentos de capital são usados ​​para arrendar ativos de longo prazo e dar ao arrendatário direitos de propriedade.

Leasing operacional

O leasing operacional é uma operação que deve ser devidamente registrada na contabilidade da empresa. (Foto: Times Higher Education)

Contabilidade de leasing financeiro vs leasing operacional

Ambos estão sujeitos a tratamento contábil diferente tanto para o arrendatário quanto para o arrendador. Para fins de questões financeiras de nível básico, é suficiente compreender o tratamento contábil apenas para o locatário.

A contabilização de um arrendamento operacional é relativamente direta. Os pagamentos de arrendamento são considerados despesas operacionais e são lançados como despesas na demonstração do resultado. A empresa não possui o ativo e, portanto, ele não aparece no balanço patrimonial e a empresa não avalia nenhuma depreciação para o ativo.

Em contraste, um arrendamento mercantil envolve a transferência dos direitos de propriedade do ativo para o arrendatário. O arrendamento é considerado um empréstimo (financiamento por dívida) e o pagamento de juros é debitado na demonstração do resultado. O valor presente de mercado do ativo é incluído no balanço patrimonial na coluna do ativo e a depreciação é debitada na demonstração do resultado. Por outro lado, o montante do empréstimo, que é o valor presente líquido de todos os pagamentos futuros, está incluído no passivo.

Em geral, os arrendamentos financeiros reconhecem as despesas mais cedo do que os arrendamentos operacionais equivalentes.

Vantagens de um leasing financeiro

Existem muitas vantagens em um arrendamento mercantil, incluindo o seguinte:

O locatário pode reivindicar a depreciação do ativo, o que reduz o lucro tributável

A despesa de juros também reduz a receita tributável

Vantagens de um leasing operacional

Também há muitas vantagens em um arrendamento operacional:

Os arrendamentos operacionais fornecem maior flexibilidade para as empresas, pois podem substituir / atualizar seus equipamentos com mais frequência

Sem risco de obsolescência, pois não há transferência de propriedade

A contabilização de um arrendamento operacional é mais simples

Pagamentos de arrendamento são dedutíveis de impostos

Tanto o leasing financeiro quanto o operacional são comumente usados ​​pelas empresas, é útil obter uma compreensão da contabilidade e do tratamento fiscal proporcional para cada um desses tipos de arrendamentos tanto para o arrendador quanto para o arrendatário. Cada tipo de locação tem suas próprias vantagens. Dependendo da necessidade da empresa e da situação fiscal, eles podem optar por um ou outro, ou possivelmente até uma combinação de ambos para diferentes tipos de ativos.

Dúvidas? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos responder!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André é pós-graduado em pedagogia empresarial, especializando na padronização de processos. Possui mais de 300 horas em cursos relacionados à administração de empresas, empreendedorismo, finanças, e legislação. Atuando também como consultor e educador empresarial, André escreve sobre Recursos Humanos desde 2012.

Deixe um comentário