Comprar ou vender um negócio pode ser algo arriscado. Se você paga muito por um negócio qualquer, pode demorar vários anos antes de recuperar seu investimento e, no pior dos casos, você pode nunca ter o seu dinheiro de volta. Na venda de um negócio, você pode acabar vendendo por um valor abaixo do mercado e sair no prejuízo. Existem vários métodos para calcular o valor de uma empresa. O risco do investimento, quanto tempo você quer manter o negócio, como a venda ou compra se encaixa com o seu plano de negócios, tudo, enfim, deve ser considerado para o cálculo mais exato possível.

Quanto vale minha empresa? Comece calculando os ativos

Independentemente das receitas ou lucros da empresa, seus ativos podem ser vendidos. Esses ativos incluem estoque, equipamentos e veículos. Você deve começar sua análise do valor da empresa calculando o valor total dos ativos que você estará ganhando comprando a empresa ou que você estará vendendo. Essa é uma boa base inicial para o valor da empresa.

Como calcular o valor de uma empresa

O valor de uma empresa pode ser facilmente calculado com alguns procedimentos simples, bastando se dedicar um pouco a fazer algumas planilhas e cálculos. (Foto: The Daily Dot)

Como calcular o valor de um ponto comercial?

o ponto comercial pode ser considerado como um ativo da empresa, principalmente quando for em áreas mais nobres da cidade ou lugares onde não há mais como empresas se expandirem. Considere fazer uma associação entre o valor do imóvel com a rentabilidade do negócio. Por exemplo, se o imóvel vale R$100.000 na venda (não no aluguel), e o negócio tem uma rentabilidade de 20%, você pode adicionar no valor final do cálculo da empresa cerca de 20% do valor de venda do imóvel (R$20.000), como uma ideia para a passagem do ponto. Mas esta é uma ideia vaga, pois o valor pode ser maior do que sua empresa rende atualmente.

Como calcular o valor de uma empresa pelo faturamento?

Receita é a quantidade de vendas, independentemente de ser ou não maior do que as despesas da empresa. É possível calcular o valor da empresa como um um múltiplo do fluxo de receita do negócio. Por exemplo, duas vezes o valor da receita é uma avaliação adequada: uma empresa com receitas anuais de R$400.000 teria uma avaliação de R$800.000. Em um outro tipo de empresa, pode ser que três vezes a receita é mais apropriado para o cálculo do valor do negócio, levando o preço de venda/compra para R$1.200.000. Um consultor de empresas pode te ajudar, integrando outros elementos ao cálculo. Empresas com uma boa relação entre faturamento e despesas (faturam mais do que gastam) tem um valor maior do que as empresas que não tem um faturamento saudável. Quanto mais distante é o faturamento das despesas, mais valorizada é a empresa.

Quanto vale uma empresa pelo faturamento: lucro

Os lucros são a receita da empresa menos seus custos fixos e custos variáveis. É o montante que uma empresa ganha durante um período. A avaliação é baseada no que esse valor vale para o comprador ou vendedor. Mas basicamente, a ideia é calcular a rentabilidade da empresa, em um valor em porcentagem. O cálculo é feito da seguinte forma:

Rentabilidade = (Lucro líquido / Investimento inicial) x 100%

Se a rentabilidade tiver um rendimento, em porcentagem, maior do que investimentos de renda fixa tais como poupança, CDB, e outros investimentos de baixo e médio risco), é uma empresa rentável, e isso influi no preço final dela. Mas o valor dessa rentabilidade é igualmente importante, pois valores baixos podem afastar compradores. Entram aqui, nesse cálculo, elementos como projeção de crescimento de faturamento, relação entre receitas e dívidas, e ativos da empresa para o cálculo dos valores finais.

Valor líquido da empresa

Se você quiser um retorno de 20% sobre o seu investimento em uma empresa com R$50.000 em lucro anual, deduza 20% para cada ano que você tem que esperar para recuperar o seu investimento. Para o ano um, divida R$50.000 por 1,20, obtendo um resultado de R$41.666,67. Para o ano dois, divida R$41.666,67 por 1,20 para um resultado de R$34.722,23. Continue a deduzir 20 por cento por ano para o número de anos que você está no negócio, e adicione esses valores. Neste exemplo, um investimento a ser mantido por três anos teria um valor presente líquido de R$41.666,67 + R$34.722,23 + R$28.935,19 = R$105.324,09. Para um investimento mais arriscado, você pode exigir um retorno de 50%. Neste caso o valor presente líquido seria R$33.333,33 + R$22.222,22 + R$14.814,81 = R$70.370,36. Esse é um valor baseado nas expectativas do comprador.

Avalie fatores não financeiros no valor da empresa

Independentemente do valor em dinheiro do negócio, sua compra ou venda pode ter um valor mais pessoal, subjetivo. Se você possui uma livraria ao lado de um café, você pode querer comprar o café para conectar o negócio a sua livraria. Você pode avaliar o valor de tal negócio em seus próprios méritos ou pelo que você gastaria de outra maneira em custos de marketing.

Você já comprou ou vendeu um negócio? Como fez para calcular o preço? Quais foram os elementos mais importantes no seu cálculo?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)