Este guia para a escolha de um servidor aborda a questão de qual servidor você deve comprar para sua empresa. Muitas empresas em expansão lutam para decidir qual servidor obter, para não mencionar se elas precisam ou não de um servidor. Se você decidir que sua pequena empresa se expandiu até o ponto em que você precisa de um servidor, descrevemos as considerações importantes para você. Note que as dicas também funcionarão para quem quer comprar um servidor para uso pessoal, com os mesmos critérios sendo seguidos.

Servidor para empresa pequena pode ser na nuvem?

Sua primeira escolha quando se trata de servidores é se você realmente precisa de um servidor fisicamente na sua empresa. Para as empresas com espaço limitado, a introdução de um servidor pode não ser a melhor ideia. Alugar um servidor na nuvem às vezes faz mais sentido, especialmente para pequenas empresas que não possuem uma infraestrutura de TI robusta. No entanto, existem limites para o que você pode fazer com um servidor baseado em nuvem. Se você decidir que definitivamente precisa do servidor nas instalações, então você deve escolher se deseja montar um servidor internamente ou comprar um já montado. Vale lembrar que empresas que produzem grandes quantidades de dados podem ter problemas em fazer o upload dessas informações para os servidores, tornando necessário o transporte físico dessas informações até servidores ou a compra do servidor físico.

Servidores para empresas de pequeno porte podem ser montados ou comprados prontos

Qualquer uma das duas opções tem suas vantagens e desvantagens. Comprar um servidor oferece muito valor de software, garantia e suporte de um fabricante de marca. Montar um servidor, por outro lado, dá-lhe a oportunidade de personalizar a sua montagem para uma aplicação específica.

Tenha em mente que comprar um servidor pronto ainda pode exigir que você construa o sistema fisicamente. Por exemplo, alguns sistemas prontos podem não incluir discos rígidos, memória ou unidades de leitura de CDs e DVDs. Você precisa instalá-los internamente.

Em um resumo dos prós e contras, geralmente o modelo construído é mais barato, mas exige conhecimento técnico avançado para sua montagem. Já o modelo comprado pronto sai mais caro, mas não exige tanto conhecimento técnico para sua montagem e manutenção.

Escolhendo servidor

Escolha um bom servidor e seu negócio estará um passo a frente dos concorrentes. (Foto: Training Basket)

Como o servidor será usado?

O cenário de uso influencia fortemente o hardware do servidor que você deve obter para o seu negócio. Ao não prestar atenção em como o servidor será usado, você poderá pagar demais ou acabar com um desempenho inferior. Três considerações principais devem ser levadas em conta na escolha de um servidor: se você precisa de um NAS ou servidor, se é um servidor só para emails, e se você precisará fazer uma virtualização.

Servidor ou NAS?

Você geralmente não precisa de um servidor dedicado em seu escritório se você planeja apenas usá-lo como servidor de arquivos, especialmente se você tem menos de 20 funcionários. Para tal aplicação, procure por uma solução de armazenamento em rede (NAS) em vez disso. As caixas NAS são essencialmente pequenos servidores de arquivos com menos recursos. Você pode economizar dinheiro criando um NAS desde o início. Um servidor de arquivos faz mais sentido para uma pequena empresa com mais de 20 funcionários que precisa de recursos avançados, como backup automático e acesso VPN. Um servidor de arquivos pode suportar muitos outros discos rígidos do que caixas NAS. A maior parte do seu orçamento de compilação deve ser direcionado para os componentes de armazenamento. Não se esqueça que o armazenamento deve estar em RAID, pois oferece maior desempenho e redundância de dados. NAS também fazem mais sentido para uso pessoal do que servidores.

Servidor para emails

Para emails, você quer um sistema moderadamente poderoso com um processador de nível de servidor. Usar uma antiga estação de trabalho desktop que você tem guardada pode parecer uma boa ideia de uma perspectiva de corte de custos, mas a estabilidade e confiabilidade sofrerão. Escolha um sistema intermediário com um processador respeitável e uma boa quantidade de memória RAM para lidar com o armazenamento.

Virtualização

A virtualização permite que um pequeno escritório consolide vários servidores em um punhado de máquinas físicas, facilitando a gestão e a manutenção. Oferece grandes benefícios para pequenas empresas, desde que tenham uma presença de TI capaz e tenham máquinas para serem virtualizadas. Para uma pequena empresa que quase não precisa de um servidor de arquivos, a compra de uma máquina para virtualização é semelhante ao uso de um caminhão para entregar um pacote de balas a alguém. A virtualização faz mais sentido como um substituto para três ou quatro servidores. Para esse fim, você precisa de hardware de qualidade e as licenças de software apropriadas. Primeiro, você precisará de um processador que suporte a virtualização. Então você precisa de muita memória, uma vez que o número de máquinas virtuais que você pode executar é limitado principalmente pela quantidade de memória física. Além disso, certifique-se de ter muito espaço de armazenamento para esses discos rígidos virtuais. Finalmente, você pode querer mais de uma placa de interface de rede, pois o servidor pode rapidamente formar um gargalo se você tiver múltiplas máquinas de virtualização executadas nele. Do lado do software, você precisará executar um programa de virtualização junto com os sistemas operacionais para as máquinas virtuais. Você ainda precisa pagar os custos de software das licenças para cada sistema operacional virtual, mas não o hardware, o que pode gerar economias de custos.

Qual sistema operacional você planeja executar?

O sistema operacional que você planeja usar em seu servidor também é extremamente importante. As estações de trabalho de servidor prontas muitas vezes não incluem sistemas operacionais, então você precisa comprar seu software separadamente. Isso deixa o espaço para escolher suas próprias licenças de software e programas de virtualização. Embora muitas pequenas empresas escolham o Windows Server, alguns podem preferir uma distribuição Linux.

Qual o melhor servidor para o seu negócio?

Os servidores vem em várias formas diferentes que podem ser classificados em três categorias: torre, lâmina e montagem em rack.

Servidores torre ou Servidores Tower

Os servidores da torre parecem ter várias formas diferentes, variando de formas que se assemelham a computadores de mesa normais até cubos compactos. Os servidores de torre fazem sentido como primeiros servidores porque podem oferecer uma grande quantidade de energia de processamento e não exigem que você adquira hardware de montagem adicional. Uma das principais desvantagens dos servidores da torre é que eles ocupam mais espaço do que as configurações de rack ou de lâminas uma vez que você começar a adicionar mais servidores ao sistema.

Servidores de montagem em rack ou Servidores rackmount

Um passo acima dos servidores da torre, as estações de trabalho em rack precisam ser instaladas em um chassi de rack. Um chassi, tipicamente com mais de 1 m de altura, pode conter vários servidores em cima uns dos outros em encaixes. Para um primeiro servidor, uma configuração em rack pode não ser ideal. Considere unidades de montagem em rack somente se você já tiver vários servidores e deseja consolidá-los em um espaço menor. Vale lembrar que os custos em resfriamento desse tipo de servidor são mais altos, geralmente sendo necessária uma sala climatizada para estes sistemas.

Servidores em lâminas ou Blade servers

Semelhante aos servidores montados em racks na medida em que eles precisam de um chassi para serem instalados. Os servidores Blade são ainda mais eficientes em termos de espaço do que os servidores de montagem em rack. No entanto, os servidores blade adequados podem ser mais desafiadores e você pode precisar de um espaço inteiro para eles. Eles são um investimento ainda maior que os servidores de montagem em rack.

Qual servidor escolher para sua empresa?

Escolher um servidor para os negócios, especialmente o seu primeiro, pode melhorar a forma como os profissionais realizam suas tarefas ou ser um potencial estrangulamento no trabalho. Se eles não tiverem baías de armazenamento suficientes, você pode facilmente encontrar-se correndo para comprar outra máquina com mais compartimentos de unidade em pouco tempo. Ao seguir as orientações no guia de escolha do servidor, você pode evitar gastar dinheiro demais e terá mais recursos para investir no negócio principal da empresa.

Como você fez a escolha do servidor para sua empresa? Quais dicas daria para quem precisa fazer essa escolha?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)