Todos nós enfrentamos dias difíceis. É uma parte da vida. Como você reage, pensa e age durante estes tempos difíceis é que faz uma grande diferença. Um conjunto útil de hábitos pode mudar sua visão de mundo, e ajudar a abrir horizontes para novas possibilidades. Pois o otimista atrai coisas boas, começando por um bom humor em sempre tentar ver o que há de melhor no mundo. Se está difícil ver o lado bom do mundo e ser mais otimista, nós temos como ajudar.

Ser otimista é uma qualidade, e nunca é tarde demais para começar a ser um!

Pode parecer que você está no mesmo caminho e preso nos mesmos hábitos por tanto tempo que não dá pra fugir do seu percurso atual. Não tem que ser desse jeito.

Você pode não ser capaz de direcionar a sua vida diretamente para o caminho que você quer agora. Mas trabalhando com o que você tem, onde você está agora, é possível iniciar a mudança rumo ao otimismo.

Comece pequeno. Bem pequeno. Por exemplo, quando ler uma notícia negativa sobre algum assunto (economia, esportes, etc), tente pensar em algo positivo sobre essa notícia. Se for uma notícia ruim sobre economia, porque não pensar que ações de várias empresas estão mais baratas e podem se valorizar depois. Isso é uma oportunidade, e é um otimismo. Em notícias ruins sobre sua empresa, você pode pensar positivamente como uma oportunidade para crescer na carreira, ou investir na sua formação acadêmica.

Otimismo na vida profissional e pessoal

Ao ser otimista, profissionalmente você se destaca no ambiente de trabalho, e pode crescer mais e melhor profissionalmente. (Foto: www.mentalhealthy.co.uk)

Não deixe resultados ruins te deixarem pessimista

É fácil deixar que pensamentos saiam fora de controle, principalmente após receber algum tipo de resultado negativo. É necessário tomar consciência sobre o que está acontecendo ao seu redor, e negar quando seu cérebro pessimista quiser te forçar a pensar os caminhos e resultados ruins.

Para sair desse caminho pessimista, pode ser necessário ampliar suas perspectivas. Isso pode significar deixar para analisar as causas desses resultados ruins para o dia seguinte, com uma cabeça mais fria. Pode significar ter uma conversa com algum amigo já especialista na área, que teve algum projeto parecido.

Pensar no problema só vai piorar a situação. Então, comece a pensar nas soluções para os resultados ruins, e as coisas terão um efeito melhor.

Veja seus erros e problemas de trabalho e pessoais com outros olhos

Os desafios de um projeto pessoal ou profissional podem te deixar pra baixo. Mesmo se você visualizá-los de uma forma útil e otimista, eles ainda podem machucar. Só que prejudicam muito menos quando você está melhor preparado a enxergar as coisas sob diferentes pontos de vista

A maioria das pessoas não gosta de cometer erros. Muitas vezes, as pessoas escolhem ficar parada e não fazer nada, para não correr riscos. O que as pessoas devem aprender é que os erros são essenciais para o aprendizado. Para mudar sua visão sobre um erro cometido ou um problema, pergunte-se:

  • O que é uma oportunidade nesta situação?
  • Como é que esta experiência pode me ajudar no longo prazo?
  • Como posso evitar que isso ocorra novamente?

Ao fazer essas perguntas, você assume mais riscos, e ganha mais experiência sobre o que funciona e o que não funciona. Assim, torna-se mais produtivo, perde menos tempo com erros e problemas, e coloca uma aura otimista sobre tudo o que faz. Afinal, tudo é uma oportunidade.

Pequenos passos são essenciais para o otimismo

Concentre-se no que você pode fazer sobre o que você pode fazer, não sobre o que você poderia fazer. Ao pensar no que você é capaz de fazer agora, você limita o horizonte de possibilidades, e orienta melhor seu foco para obter melhores resultados.

Uma forma excelente de reconhecer suas possibilidades de forma objetiva é através da microgestão de projetos. Divida seus projetos e tarefas em partes menores, mais gerenciáveis. Comece a fazer essas partes menores. Por exemplo, se o objetivo é fazer uma viagem pro exterior, você pode começar poupando R$10 por semana em casa, e fazendo uma hora extra no escritório a cada 15 dias.

Perceba: ao pensar pequeno, os bons resultados aparecem rápido, e te motivam a buscar resultados maiores. Pensado grande demais, mesmo o mais otimista perderá sua motivação, se tornando apenas mais um pessimista.

Reduza as preocupações e lide melhor com elas para ter mais otimismo

Preocupações podem ser muito destrutivas. Pense em quantas vezes você já pensou que poderia ser demitido, e como lidaria com essa situação. Mesmo assim, muitos continuam anos a fio no mesmo emprego. E a maioria das coisas que você teme que aconteça nunca acontecem. São apenas pesadelos ou monstros em sua própria mente. E se elas acontecem, não serão tão dolorosas ou ruins quanto esperado. Preocupar-se demais é, na maioria das vezes, apenas um desperdício de energia.

O primeiro passo para parar com esse ciclo vicioso de preocupação é se negar a se preocupar. Diga não. Faça outras tarefas, ocupe sua mente com outras coisas, até a preocupação ter diminuído até um ponto gerenciável.

Passe então a pensar na solução. Visualize bons resultados. Construa o caminho até a solução final dos seus problemas, e veja qual deverá ser seu primeiro passo. Execute o primeiro passo sem medo, e vá caminhando devagar.

Perceba que otimismo e produtividade andam lado a lado. Não poderia ser de outra forma. Um não vive bem sem o outro. E você tem que começar o quanto antes para acabar com o pessimismo antes dele acabar com você.

Nos diga, com sinceridade: o que você já fez que te deixou mais otimista hoje? Deixem nos comentários.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)