Muitas pessoas cometem o erro de pular de cabeça no treinamento de voo sem perceber as implicações dos requisitos de custo e tempo envolvidos. Um voo introdutório é a melhor maneira de se expor para o mundo da aviação geral no custo mínimo, investindo em um voo panorâmico ou só de passeio para você ter a oportunidade de conversar com os pilotos e assim, conhecer um pouco mais desta profissão.

Para a instrução teórica em voo, os interessados tem que procurar centros de ensino que estejam certificados pela ANAC (Agência Nacional de Aviação Civil) e com currículos baseados nos Manuais de Curso da SEPC (Antigo IAC) da própria agência, que atendem às diversas graduações de pilotos, bem como os requisitos necessários para a concessão das licenças e/ou habilitações técnicas.

Deve ser também atendido requisitos de idade, escolaridade, conhecimento, experiência, instrução de vôo e aptidão psicofísica, além de condições físicas avaliadas e atestadas pelo Centro Médico Aeroespacial – CEMAL ou por uma Junta Especial de Saúde, com periodicidade variável, de acordo com cada tipo de licença.

A evolução da carreira pode ser analisada pelo site da ANAC. E, ao contrário do que muitos pensam, não é necessário curso superior para ser um piloto. Porém, o curso oferece um grande diferencial no mercado de trabalho.

A partir da pesquisa dos locais onde há um centro autorizado pela ANAC, você pode visitar os que melhor atendem às suas necessidades, afim de encontrar a localização e informações de preços. Você pode buscar centros com simuladores de voos, que são mais baratos para cumprir as horas de voo obrigatórias.

Piloto de aviação civil

Com uma melhor condição financeira, muitos brasileiros buscam este transporte “de elite”, fazendo com que o mercado fique cada vez melhor para os profissionais da área. (Foto: jconline.ne10.uol.com.br)

Depois de ter encontrado uma escola de voo que seja conveniente para você, é hora de ligar e marcar um encontro para uma aula introdutória. Eles geralmente têm um preço especial, por isso não deixe de perguntar para ele. Você irá ter uma introdução para todo o material e até um voo com seu professor. Não deixe de fazer muitas perguntas, principalmente sobre os exames e os custos envolvidos.

Esteja preparado para se tornar viciado em voos. Você pode se tornar altamente distraído de empreendimentos terrestres depois.

Mas tenha a consciência de que os custos no Brasil são altos. Para ser um piloto de helicóptero, por exemplo, o custo mais básico pode chegar a até mais de R$20.000. Porém, você pode ter a certeza de que estes profissionais são sempre requisitados no mercado de trabalho e tem ótimos salários. Cursos de atualização são constantes, principalmente para atualizar os pilotos em novidades tecnológicas. Pense bem sobre o investimento, dedique-se bastante faça de tudo para obter os certificados e assim, garantir o futuro de um hobby ou profissão.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)