Eu conheço muitas pessoas que são perfeccionistas. Eu mesmo já tentei o ser, mas acabei por me prejudicar em mais de uma maneira. Ao longo dos anos, tenho reconhecido mais ainda este problema, que já estou superando e conseguindo dar continuidade na minha vida. Mas dando um passo para trás, o que é o perfeccionismo?

De acordo com a psicologia, o perfeccionismo é a crença de que a perfeição pode e deve ser alcançada. Em sua forma patológica, o perfeccionismo é uma crença de que o trabalho ou resultado que seja nada menos do que perfeito é inaceitável. Em tais níveis, esta é considerada uma crença doentia e os psicólogos se referem a tais indivíduos como “perfeccionistas mal-adaptativos”.

Quando você se comporta com perfeccionismo, basicamente você quer fazer as coisas perfeitas, ou não fazê-las. Por que isso é ruim para você? Porque muitas vezes você vai ficar bloqueado e paralisado, se você tentar fazer as coisas perfeitas. Mesmo se você conseguir torná-las perfeitos em um ponto, pode ser muito tarde para colher os frutos disso.

Mas em seu trabalho e no mundo real, como isso acontece? Quais são as chances e oportunidades que você pode perder?

Você pode, por exemplo, nunca lançar o site que você tinha planejado apenas porque você não consegue encontrar a estrutura perfeita para ele. O mesmo vale para projetos, empresas e outros investimentos.

Você pode passar muito tempo aprimorando seu projeto, porque você quer torná-lo perfeito e, geralmente, faz isso enquanto você negligencia a parte de conteúdo, que é muito mais importante.

Defeitos do perfeccionismo

Fazer tudo certo, sem erros é impossível. Fuja do ideal inalcançável e consiga conquistar mais ao executar mais de suas ideias, sem medo de errar. (Foto: meghanmcfarland.web.unc.edu)

Quando estiver fazendo artigos, pode nunca chegar a publicá-lo só porque você não consegue fazê-lo perfeito e pronto. Aceitar riscos para fazer ideias que podem resultar em dinheiro podem não sair apenas do plano das ideias, só pelo fator do risco de dar errado.

Você começa a ideia. Buscar pela excelência é uma coisa boa, mas você deve perceber que isso virá ao longo do caminho e de julgamento constante, erros e adaptações. Se você sempre tentar obter uma tarefa qualquer perfeita desde o início, você vai ficar bloqueado e paralisado, e acabará perdendo a oportunidade de fazer algo grande funcionar.

Em outras palavras: comece com algo que seja bom o suficiente. Faça uma estrutura básica. A partir desse ponto, comece as melhorias constantes do projeto. Assim, você fará com que ele seja realmente grande, não apenas na sua cabeça.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)