Esqueça sobre o salário, cargos, vantagens, status. Concentre sua busca de de emprego em encontrar um trabalho que você ama. É mais fácil falar isso do que realmente fazer.

A maioria das pessoas quer encontrar um emprego que pague muito bem para relativamente pouco trabalho. O problema é que se esse pouco trabalho for algo pelo qual você não tem prazer algum em fazer, todo dia de trabalho será um martírio. Minutos de trabalho serão sofríveis, e esse estresse vai se acumulando, gerando frustração, estafa, e até depressão, em muitos casos. Não há dinheiro que vá comprar a sua felicidade. Mas também, trabalhar só por amor em um emprego que mal dá pra pagar as contas vai te frustrar em outros aspectos pessoais, profissionais, e financeiros.

Como encontrar o trabalho da sua vida: busque sempre o crescimento

O equilíbrio perfeito entre vida pessoal, vida profissional, e vida financeira, é o emprego perfeito. Acontece que isso é quase impossível de se conquistar. Geralmente, o equilíbrio vai pesar para um ou outro lado desse tripé. Aqueles que conseguem encontrar um emprego que oferece a balança perfeita entre os três são os mais afortunados, mas dificilmente chegaram nesse equilíbrio da noite para o dia. São anos estudando, trocando de empregos, mudando de cargos, buscando evoluir e balancear o tripé. São oportunidades de aprendizado, de crescimento, ou mesmo de mudanças para algo melhor, e que esses profissionais sempre estão buscando visualizar e encarar de braços abertos.

Esse é apenas o primeiro passo: a mentalidade do crescimento, constante evolução e mudanças. Mas há mais que é necessário para encontrar o emprego ideal.

 

Encontrar o emprego ideal

Encontrar um trabalho que te deixa feliz é uma questão pessoal, mas sabendo procurar, não é uma questão tão difícil assim. (Foto: www.linkedin.com)

Tenha coragem para mudanças na sua vida

O comodismo é muito tentador, e tomar a decisão para começar ativamente procurar outra coisa é difícil. Quanto mais tempo você permanecer em um trabalho ruim, mais ele vai corroer sua energia e auto-confiança, e você terá menos motivação para sair de onde você está agora e ir para um novo emprego. Saber que você está em um emprego ruim para você é o primeiro passo, ter a coragem para começar a procurar um emprego que se encaixe no que te deixa feliz é o segundo.

Ao procurar o novo emprego, tenha uma estratégia planejada

 

Pense no que te deixa feliz em um emprego e a partir disso é que você deve procurar um emprego novo. Se você não gosta do trabalho em escritório, você não vai colocar na sua lista de entrega de currículos empresas que vão te dar cargos em que você ficará sentado atrás de uma mesa. Se você quer mudar completamente a área onde trabalha, não adianta começar a procurar um emprego sem antes entrar em um curso para a nova área onde você quer trabalhar. Só sonhar e querer mudar não vai adiantar nada sem um planejamento estratégico para as mudanças.

Não se preocupe (tanto) com o salário

A maioria das pessoas pensam que ter uma renda maior os fará mais feliz. Pesquisas e estudos científicos comprovam isso, mostrando cada vez mais que pessoas mais ricas estão muito pouco mais satisfeitas do que pessoas com uma renda média normal. Isso não significa que um aumento no salário não seria algo motivador, mas é um aviso direto para aqueles que se importam demais com o contracheque e esquecem outras coisas importantes em um emprego, como o ambiente de trabalho, as pessoas dentro da empresa, o chefe, as condições de trabalho, etc.

 

Não consigo me encontrar profissionalmente: talvez você não esteja se importando com o que é certo

Algumas pessoas escolhem seu novo emprego:

  • Por causa de um título: gerente, supervisor, coordenador, etc.
  • Benefícios: carro exclusivo da empresa, ticket refeição, ticket alimentação.
  • Status: 8 subordinados diretos, direito a vaga privativa na empresa, jantar com os executivos chefe da empresa.
  • Pressão dos pares e familiares: meus pais/marido/esposa gostam do cargo/empresa.

Nada disso vai te fazer realmente feliz. Na verdade, ao pensar nesses fatores como cruciais para decidir um emprego, você estará apenas tentando agradar aos outros, às expectativas da sociedade, e terá cada vez menos suas próprias expectativas atendidas no seu emprego dos sonhos.

Pergunte a você mesmo o que você quer e procura em um emprego

 

Em um papel, anote tudo que te faria feliz em um emprego, desde as coisas mais simples como uma cadeira confortável, até algo mais complexo como um plano de carreira motivador. Numere cada um desses itens de 1 a 5, sendo 1 o menos importante para sua felicidade e 5 o mais importante. Seu emprego dos sonhos tem que atender aos itens de pontuação, obrigatoriamente, e ir atendendo aos itens de menor pontuação de acordo. Assim, você mesmo vai começando a selecionar melhor as carreiras e empregos que melhor atendem às suas demandas e assim, te deixarão mais feliz.

Faça do seu emprego um grande lugar para trabalar

 

Sabendo o que te faz feliz, qualquer emprego pode se tornar um ambiente gostoso e feliz para se trabalhar. Você pode motivar outros a trabalhar com um sorriso no rosto, a se motivarem, a correr atrás. Lógico, para que isso seja possível, você tem que estar em um emprego que você já goste, mesmo que seja um pouco.

Não tenha medo de desistir

Um trabalho ruim não vai deixar de ser ruim por sua força de vontade. E insistir nessa prisão que você mantém ao redor de você mesmo por vontade própria só vai resultar em uma coisa: em minar sua força de vontade e qualquer motivação para conseguir um emprego que te faça feliz.

Desistir de um emprego ruim pode ser uma decisão muito sábia, apesar disso poder te dar alguns momentos de dificuldade. A felicidade, afinal, tem um preço, e você tem que estar disposto a pagá-lo para poder realmente ser feliz com um emprego.

Felicidade em um emprego pode ser planejada. Só depende de você. Como Você faz para encontrar um emprego que te faz feliz? Quais dicas tem para ajudar as pessoas a encontrarem um emprego para deixarem elas felizes?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)