Para criar e manter uma vantagem de mercado, as empresas devem monitorar uma vasta gama de elementos sobre atividades concorrentes, abrangendo todos os aspectos do negócio. O conceito de inteligência competitiva é projetado para ajudar os gerentes e empresários em suas decisões. Você obterá uma compreensão de como reunir informações e usá-la para atingir os objetivos organizacionais através desse conceito..

Inteligência competitiva na prática: o que é?

O processo de coleta e análise de informações sobre os pontos fortes e fracos dos concorrentes de forma legal e ética para aprimorar a tomada de decisões empresariais. As atividades de inteligência competitiva podem ser basicamente agrupadas em dois tipos principais: tática, que é de prazo mais curto e procura contribuir com questões como a captura de participação de mercado ou o aumento das receitas; e estratégica, que se concentra em questões de longo prazo, como os principais riscos e as oportunidades que a empresa enfrenta. A inteligência competitiva é diferente da espionagem corporativa ou industrial, que usa métodos ilegais e antiéticos para obter uma vantagem competitiva injusta.

Inteligência competitiva significa coisas diferentes para pessoas diferentes dentro de uma organização. Por exemplo, para um representante de vendas, isso pode significar conselhos táticos sobre a melhor maneira de oferecer um contrato lucrativo. Para a alta administração, pode significar insights únicos de marketing para ganhar participação no mercado contra um formidável concorrente. O objetivo final da inteligência competitiva é ajudar a tomar melhores decisões e melhorar o desempenho organizacional.

Embora a maioria das empresas possa encontrar informações substanciais sobre seus concorrentes online, a inteligência competitiva ultrapassa a simples pesquisa na internet, na premissa de que a informação mais valiosa raramente é facilmente acessível online. Um estudo típico de inteligência competitiva inclui informações e análises de várias fontes. Estas incluem entrevistas, análise de clientes e concorrentes, especialistas da indústria, feiras e conferências, registros governamentais e registros públicos.

Inteligência competitiva

A inteligência competitiva oferece algumas vantagens no mercado, e um diferencial para as empresas que querem liderar em seus mercados. (Foto: Intellective Group)

Casos de inteligencia competitiva

Algumas estratégias são comuns nos mais diversos casos de inteligência competitiva. A seguir, seguem algumas das estratégias de inteligência competitiva que são mais populares e mais usados no mercado atualmente.

Análise SWOT

Um método estruturado para analisar fatores internos e externos que provavelmente afetarão o sucesso de uma empresa. Tem sido usado em praticamente todas as discussões de planejamento estratégico de que participei. O SWOT pode ser útil para organizar informações, mas certamente não para orientar a tomada de decisões estratégicas. Ele precisa ser combinado com a matriz TOWS para obter informações adicionais.

Cinco Forças de Porter

O quadro de Porter fornece uma lista de verificação para analisar o nível de competitividade de uma indústria com base no equilíbrio de poder. Ao usá-lo, não se esqueça de que é apenas o início de sua análise. O próximo passo inclui a definição da estratégia que aumentaria as chances de sucesso: estratégia de estrutura de custos, estratégia de diferenciação ou estratégia de integração.

Avaliação e estimativa do tamanho do mercado

Essas técnicas permitem calcular o tamanho do mercado mesmo quando não existe um estudo ou nenhuma informação está disponível publicamente. Muitos métodos podem ser triangulados para obter a resposta correta. A principal vantagem dessas análises é que elas levam a uma boa e sólida definição estratégica da indústria ou fronteiras do mercado e ajuda a ressaltar pontos cegos da sua empresa.

Análise da cadeia de valor

Uma abordagem sistemática para analisar sua cadeia de valor e identificar onde criar o maior valor para o cliente.

Escada para o Crescimento

A abordagem da escada é um método para mapear o possível caminho de crescimento de uma empresa ao combinar as habilidades e opções continuamente. Pode ser usado para mapear a escada passada de um competidor (e, portanto, antecipar movimentos futuros) ou como uma ferramenta para uma equipe de estratégia para fazer um brainstorm sobre opções estratégicas.

Árvore ROCE

A árvore ROCE é um método simples para comparar jogadores em uma indústria e entender as diferenças estruturais no desempenho. Você simplesmente apresenta em um um papel informações tanto do balanço como demonstração de resultados, e relaciona-os com o valor para o acionista. Esta é uma ótima análise para os profissionais não financeiros dominarem.

Estrutura de poder

Este é um modelo para olhar para uma empresa de fora e entender quem são os tomadores de decisão e aqueles em situação de poder. Esta é uma análise extremamente útil para qualquer analista que suporte uma equipe de proposta e licitação, ou que trabalha com vendas.

Planejamento de Cenários

Esta análise iniciada pela Shell na década de 1970 após a incapacidade da empresa de prever os futuros preços do petróleo, permite que uma empresa veja futuros possíveis, desenvolva um sistema para sinalizar eventos e prepare planos de ação alternativos. Há literatura abundante sobre o assunto.

Estrutura 3-C

Juntos, os três Cs estratégicos formam o triângulo da estratégia de marketing, o correspondente entre a Companhia, (potenciais e fracos atuais e potenciais), Clientes (atendidos e não atendidos) e Concorrentes (atuais e prospectivos) precisam ser considerados.

Pontos cegos estratégicos

Um dos hábitos mais difíceis de se desenvolver ao aprender a dirigir um carro é ter cuidado com os pontos cegos que cercam o veículo onde não podemos ver o que está acontecendo. Apesar da vista traseira e dos espelhos laterais, permanece uma pequena área irritante onde os veículos que passam ou os pedestres não podem ser vistos. Se você negligenciar seus pontos cegos ao mudar de faixa ou virar, você se coloca e seu carro em perigo. Uma análise estratégica do ponto cego ajudará você a identificar se sua equipe de gerenciamento é propensa a tais pontos cegos e como corrigir isso.

Teoria do jogo

Muitas vezes definido como “o estudo de modelos matemáticos de conflito e cooperação entre decisores racionais inteligentes”, a teoria dos jogos pode fornecer um caminho de análise para antecipar os movimentos futuros de um competidor. A abordagem envolve a destilação de todas as análises possíveis da resposta de um rival a um movimento estratégico particular em uma consideração sequencial de três questões: O concorrente reagirá? Que opções o concorrente considerará ativamente? Qual opção escolherá o concorrente?

Agora é sua vez: quais exemplos de inteligência competitiva vocês conhecem? Tem algum caso para compartilhar?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)