O termo aptidão tornou-se famoso por causa dos testes de aptidão realizados pelas empresas de TI antes de recrutar calouros dos campi de faculdades. Mas vamos primeiro entender o que é aptidão para que você então entenda o significado de habilidades, e as diferenças entre esses dois temos.

Qual a definição de aptidão?

O dicionário define aptidão como um componente inato, adquirido ou aprendido ou desenvolvido de uma competência para realizar um certo tipo de trabalho em um determinado nível”. A aptidão é o potencial de alguém para uma determinada habilidade, mas não necessariamente hábil para fazê-lo. Para se chegar até a habilidade, é necessário o treinamento.

Qual a definição de habilidade?

A habilidade denota a posse dos meios ou habilidade para fazer alguma coisa. É o talento, habilidade ou proficiência em uma área específica. Para se tornar hábil em algo, é necessário o treinamento, tendo você aptidão ou não para o que está sendo aprendido. A aptidão vai facilitar no aprendizado da habilidade, mas não é um requisito para que você se torne hábil em algo.

Qual a diferença entre aptidão e habilidade?

A diferença entre Aptidão e Habilidades é que a Aptidão pode ser o potencial, que ainda não foi explorado e treinado para um nível de habilidade. Enquanto a habilidade como a palavra descreve, está presente aqui e agora no indivíduo. Em crianças pequenas, especialmente, aptidão denota o potencial da criança para realizar uma determinada atividade.

Por exemplo, se a criança é capaz de criar figuras, formas em sua mente e trazê-las para fora em forma de arte, então sua aptidão espacial é alta. Ele pode ainda não ser um artista, mas o potencial ou aptidão existe. Aptidão espacial denota a capacidade das pessoas de visualizar as coisas no espaço. Da mesma forma, uma criança pode ser capaz de separar facilmente coisas mecânicas e montá-las por conta própria. Então, obviamente, sua aptidão mecânica é boa.

Teste de aptidões e inteligências múltiplas

Basicamente, o que um teste de aptidão pode revelar são as habilidades mentais das pessoas. Para ser franco, ele mede o potencial do seu cérebro. Originalmente, a capacidade mental de uma pessoa era avaliada com base em sua capacidade de raciocinar e analisar situações e problemas. Isso geralmente é denominado inteligência ou QI.

Howard Gardner introduziu a teoria das inteligências múltiplas e disse que há mais de um tipo de inteligência. Ele disse que diferentes partes do cérebro têm funções diferentes. E o raciocínio lógico é apenas um deles. Os diferentes tipos de inteligência trazidos por Gardner incluem inteligência linguística, lógica, espacial, corporal-cinestésica, musical, interpessoal, intrapessoal e naturalista. Por exemplo, quando a parte indicada para inteligência musical no cérebro de uma pessoa é bem desenvolvida, ele é capaz de escolher notas musicais facilmente, cantar ou tocar bem instrumentos. Dizemos que essa pessoa tem uma boa aptidão musical.

Cada tipo de inteligência denota a aptidão de uma pessoa nessa área e, portanto, faz sentido escolher uma carreira que exija mais desse tipo específico de aptidão. Por exemplo, uma pessoa com inteligência linguística tem uma aptidão natural para as palavras. Ele seria capaz de escrever e / ou falar bem por causa de seu domínio natural sobre a linguagem. Profissões como ensino, jornalismo, romancistas, palestrantes, escritores técnicos, jóqueis, exigem pessoas com altos níveis de inteligência linguística ou aptidão. Aqui, as palavras Inteligência e Aptidão são usadas de forma intercambiável.

Relacionamento entre aptidão e habilidade

Aptidão e habilidade podem estar relacionados, com ambos contribuindo para seu crescimento pessoal e profissional. (Foto: Prime Quest Assessments)

Tipos de inteligência e aptidão

A pesquisa mostrou que pessoas de sucesso escolheram carreiras que fazem o máximo uso de seu potencial inerente. Os exemplos abaixo ilustrarão os diferentes tipos de inteligência:

Linguística: romancistas de sucesso como Machado de Assis, Ariano Suassuna, Jorge Amado, estariam no topo da Linguística

Lógico: as pessoas que estão no alto dessa inteligência são capazes de entender conceitos, analisar e resolver problemas, são boas em pensamento sequencial e trabalham com problemas matemáticos. Essa aptidão é necessária na maioria das carreiras, mas mais ainda em carreiras que exigem pensamento conceitual e envolvem trabalhos científicos como trabalhos técnicos, estudos de pesquisa científica, matemáticos.

Mecânico: capazes de entender o funcionamento de componentes mecânicos. Engenheiros e muitos pilotos, como Ayrton Senna, são destaques nessa inteligência.

Espacial: muitos atores, diretores e arquitetos tem um grande conhecimento nesta área, capazes de entender as diferentes áreas, espaços, e como usá-los.

Cinestésico corporal: a habilidade de se expressar com o corpo está presente em profissionais como Pelé, Ana Botafogo, e muitos outros.

Musical: Bach, Mozart, Beethoven, Tom Jobim, João Carlos Martins são todos exemplos de pessoas com grande inteligência musical.

Interpessoal: uma pessoa com alta inteligência interpessoal é muito boa em relacionamentos interpessoais, eles podem fazer amigos facilmente, eles têm essa capacidade de alcançar as pessoas e estabelecer relações e se conectar facilmente. Os empresários mais bem-sucedidos, capazes de criar uma boa base de clientes ou obter o apoio de outras pessoas, são exemplos desse tipo de inteligência. Os políticos também.

Intrapessoal: uma pessoa que está no alto dessa inteligência tem muito autoconhecimento. Eles estão em contato com seus pontos fortes e fracos, o que podem fazer, o que não podem fazer, como reagem às coisas, aonde procurar ajuda. Essa inteligência novamente é importante para a maioria das profissões, mas em certas profissões em que você ajuda pessoas como a psicologia, torna-se inestimável ajudar outros a se ajudarem.

Inteligência naturalista: Steve Irwin, Richard Rasmussen, Bear Grylls, são exemplos de pessoas que tem uma grande inteligência naturalista, conhecendo bem o mundo que os rodeia e natureza em si.

As aptidões das crianças

Os pais devem entrar em contato com as diferentes aptidões de seus filhos e NÃO avaliá-lo com base apenas nas notas. Geralmente é a pessoa com alta aptidão lógica e verbal que é capaz de se exercitar academicamente. Mas existem vários outros tipos de inteligência e vocações adequadas para eles. Cada semente deve ser plantada no solo certo.

Existem mais aptidões do que as listadas acima e abordaremos cada uma delas em detalhes quando discutirmos diferentes carreiras. Mas o que precisamos lembrar é que cada um de nós é naturalmente dotado de certas capacidades. A menos que um indivíduo tenha algum tipo de retardo mental, todos nós temos certo potencial latente. Tudo isso não é visível lá fora. É como a ponta proverbial do iceberg de gelo. Apenas uma pequena parte dele é visível do lado de fora. Somente exposição e oportunidades podem trazer à tona a aptidão latente.

O ambiente doméstico e o ambiente escolar devem descobrir esses potenciais dentro do indivíduo. Porque, se não for trazido e treinado, ficará adormecido e sem uso. As aptidões devem ser treinadas e aperfeiçoadas pelo treinamento para se tornar uma habilidade.

Teste psicométrico para aptidões

É aqui que ferramentas científicas como o teste psicométrico podem ser de imenso valor. É um método de avaliação imparcial, em que ele pode não apenas identificar as várias aptidões de um indivíduo, mas também pode medir com precisão os níveis de cada aptidão presente. Mas uma palavra de cautela é que é um processo científico e existe uma metodologia prescrita para administrar o teste. Você não pode fazer isso conversando sobre uma xícara de café ou em um local barulhento onde há outras distrações.

Verifique primeiramente se o indivíduo que administra o teste é um profissional treinado e psicólogo certificado e, em segundo lugar, o teste deve ser um teste padronizado. Testes de aptidão geralmente são limitados no tempo. A lógica é que, se você é realmente bom em algo, deve ser capaz de fazê-lo naturalmente e com mais rapidez do que uma pessoa cuja aptidão nessa área seja menor.

E a análise e interpretação dos resultados do teste devem ser feitas por um psicometrista treinado. Senão, pode fazer mais mal do que bem. Um bom teste psicométrico pode medir as aptidões de um indivíduo em diferentes áreas e os níveis disponíveis em cada área.

É muito importante que a aptidão de uma pessoa esteja alinhada com os requisitos de sua carreira. Porque este é um dos fatores que determinam fortemente a capacidade de uma pessoa para desempenhar um trabalho. Se não tenho a aptidão necessária, nenhuma quantidade de treinamento pode garantir um desempenho eficaz.

Por outro lado, se eu tiver a aptidão necessária, mesmo com um pouco de treinamento, posso executar excelentemente. Todo conjunto de tarefas requer um conjunto de diferentes aptidões. Por exemplo, para ser um advogado, você precisa ser bom em pensamento analítico (Aptidão de raciocínio), bom em linguagem, porque precisa argumentar o caso em tribunal usando linguagem e preparar documentos legais (isso requer Aptidão Verbal) e também o mais importante precisa pensar de maneira diferente, olhar a situação de um ângulo totalmente diferente, sobre o qual ninguém mais pensou e abrir o caso (isso é indicado por uma alta aptidão espacial). Portanto, todo trabalho exige uma ou mais aptidões em diferentes níveis. À medida que discutimos cada carreira em nossas próximas edições, as diferentes aptidões serão discutidas em detalhes, de acordo com os requisitos do trabalho.

Portanto, para concluir, é muito importante avaliar quais são as aptidões em que um indivíduo é bom e alinhá-lo com a carreira certa. Apenas o interesse em um trabalho específico não é suficiente, é preciso ter a aptidão necessária também.

O que vocês entendem por habilidade e aptidões? Como trabalham estes conceitos em suas vidas?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)