A autoconsciência ou autoconhecimento é uma habilidade importante que podemos cultivar para nos ajudar a progredir em nossa jornada de desenvolvimento pessoal, e todos nós podemos usar um pouco mais dela algumas vezes.

Em nossas vidas estressantes e modernas, é fácil reagir passivamente ao nosso ambiente e fraturar oportunidades de conexão. Possuir inteligência emocional e regular nossas emoções deve ser uma das habilidades mais valorizadas; o autoconhecimento é a pedra angular dessa inteligência.

Dinâmicas, exercícios, e estudos podem contribuir para este conhecimento.

Como desenvolver o autoconhecimento?

Autoconhecimento é a capacidade de monitorar nosso mundo interno e externo. Nossos pensamentos e sentimentos surgem como sinais. Desenvolver a autoconsciência nos permite não ser mais varridos por esses sinais, mas, ao invés disso, responder objetiva e cuidadosamente a eles. Pessoas que se conhecem entendem sua experiência interna e seu impacto na experiência externa de outras pessoas.

A capacidade de auto-avaliar foi criticada no passado por aumentar o efeito negativo. Ao estimular a autoconsciência a partir de um sistema saudável, o aumento do afeto negativo pode ser diminuído. Um aumento no afeto emocional negativo é um obstáculo ao progresso da autoconsciência.

Ao trabalhar no autoconhecimento, é essencial fazê-lo de uma perspectiva auto-distanciada, com foco nas razões subjacentes à experiência emocional e não no que foi emocionalmente experimentado.

Uma observação objetiva e aberta de sentimentos, sentidos, desejos e ações pode ajudar alguém a subir no contínuo florescente. Não é necessário reviver emoções negativas, mas notá-las e aprender com a presença delas.

Desenvolver a autoconsciência requer processamento cognitivo de nível superior. Requer uma perspectiva de coleta de informações. Esse processamento resulta em aumentos de adaptabilidade e flexibilidade. O aumento do autoconhecimento cria resiliência. A autoconsciência também melhora nossa capacidade de simpatizar com os outros.

Quando a compaixão e a empatia aumentam, o eu superior também. Com intenções e propósitos, um ser humano autoconsciente pode impactar significativamente o mundo ao seu redor. Pessoas autoconscientes tendem a aparecer com autoconfiança, valor próprio e altas taxas de sucesso.

Dinâmica de autoconhecimento

A dinâmica de autoconhecimento pode contribuir para a formação de bons times e grupos. (Foto: NBC News)

Exercícios de autoconhecimento

O diário de pensamento para o autoconhecimento é um local fundamental para começar a aumentar a autoconsciência. Com ele, você pode:

  • Acompanhar os pensamentos que surgem na forma de uma reação automática.
  • Acompanhar o que estava ocorrendo no momento.
  • Acompanhar o seu nível de emoção para o estímulo.

Se o tempo permitir, analise a razão subjacente da emoção experimentada. Se o tempo não permitir, o diário permitirá que você acompanhe o segmento comum que foi desenvolvido para estimular o ambiente.

A introspecção não é eficiente em processos cognitivos de ordem superior. Os seres humanos tendem a ter a tendência de refletir a favor do viés egoísta, em vez de analisar objetivamente as situações de aprendizado abstrato. Para ser mais eficiente, o diário de pensamento deve ser menos um exercício emocional e mais uma missão de apuração de fatos. Em outras palavras, deixe de lado o julgamento.

Iniciar uma prática de atenção plena é outra maneira de aumentar o autoconhecimento. Há uma variedade de atividades a serem incluídas na prática da atenção plena. Encontre algumas idéias para inspirá-lo a incorporar meditação, ioga ou alguma outra variação para melhorar sua presença. Quando a atenção plena é praticada, o comportamento se torna mais intencional e a autoconsciência se desenvolve.

Pedir a um amigo que esclareça seus pontos fortes e fracos pode ser um caminho significativo para a autoconsciência. Enquanto muitas pessoas acreditam que são autoconscientes, ter uma perspectiva externa é útil para uma compreensão mais clara da autoconsciência externa.

Experiência e poder podem ser um obstáculo à autoconsciência (Ostroff et al., 2004). Isto é para aqueles líderes por aí. Peça a seus subordinados para avaliar suas habilidades de liderança. Quando as pessoas estão no topo, elas tendem a superestimar suas habilidades porque não têm tantas oportunidades para aumentar a conscientização externa.

Dinâmica de autoconhecimento

Um divertido jogo de salão popularizado pelo ensaísta francês Marcel Proust pode ser usado como um exercício para aumentar o autoconhecimento. É chamado de Questionário Proust.

Uma atividade em grupo que requer habilidades de vulnerabilidade e audição é um círculo de compartilhamento. Com os participantes, todos em círculo, passe as seguintes perguntas em um pedaço de papel. Peça aos participantes que escutem profundamente. Certifique-se de que todos se revezem com uma emoção positiva e negativa.

  • Fico com raiva quando …
  • Sinto-me alegre quando …
  • Eu me sinto infeliz quando …
  • Sinto esperança quando …
  • Eu gostaria de não ter que …
  • Eu gosto…
  • Eu sinto medo quando …
  • Algo que eu gostaria de mudar é …
  • Se eu fosse (nomeie a pessoa), eu…
  • Eu sinto que ninguém me ama quando …
  • Eu sei que sou amado quando …
  • Algo que eu acho chato é …
  • Eu sei que posso confiar …
  • Eu admiro (nome da pessoa) porque…
  • Eu me sinto sereno quando …
  • Estou mais interessado em …
  • Fico chateado quando …
  • Eu desaprovo …
  • Estou otimista quando …

Outra atividade em grupo que aumenta a autoconsciência é um exercício de linguagem corporal. Divida os participantes em parceiros. Dê a um parceiro uma nota mostrando o tipo de emoção que ele deve exibir apenas com a linguagem corporal. Peça ao outro parceiro que escolha qual emoção está presente na linguagem corporal.

Para desenvolver a conscientização em um ambiente de equipe, ajude o grupo a tomar consciência de objetivos comuns. Os pontos fortes e fracos da equipe podem ser identificados e transformados em etapas de ação para o crescimento da equipe. Em um grupo, faça um brainstorm das respostas para o seguinte:

  • Essa equipe é ótima em…
  • Esta equipe luta em…
  • Esta equipe se apoia por…
  • Em uma escala de 1 a 10, quanto cada membro da equipe percebe suas reações emocionais?
  • Nossos objetivos comuns são…
  • Vamos crescer por…
  • Nossas ações diárias incluem…

Perguntas, técnicas e dicas para dinâmicas em entrevistas

A inteligência emocional é uma área crescente de especialização procurada em candidatos a novos cargos. Como sabemos, a autoconsciência é a pedra angular da construção dessa inteligência. Aqui estão algumas perguntas, técnicas e dicas para avaliar onde alguém pode estar em relação à autoconsciência desenvolvida.

O que o deixa com raiva do trabalho? Uma pessoa autoconsciente responderia com uma resposta que mostra como a raiva é tratada em tempo real. Falar sobre como a raiva é um sinal de um ajuste na tomada de perspectiva é uma ótima maneira de destacar os recursos de autoconsciência.

Como gerente, como você lida com um subordinado que entra no seu escritório chorando? Uma pessoa autoconsciente responderia com uma resposta que mostra a capacidade de responder com compaixão e fortes habilidades de escuta. Um gerente precisa ter a capacidade de lidar com emoções e provavelmente tem empatia pelos outros.

Como você lidaria com um subordinado cometendo um erro? Uma pessoa autoconsciente pode adotar a perspectiva da primeira tentativa de aprendizado e pode ajudar o subordinado a aprender com esse erro.

Qual é a sua superpotência? Uma pessoa autoconsciente pode articular efetivamente a oferta única que traz à mesa.

Pessoas autoconscientes geralmente valorizam o trabalho em equipe acima da autopromoção. Eles valorizam a colaboração e têm a capacidade de responder, em vez de reagir passivamente aos estímulos. Líderes autoconscientes liderarão com intenção, empatia e compaixão.

A ciência nos diz que a maioria dos seres humanos não é muito adepta do autoconhecimento. O que os pesquisadores descobriram é que a autoconsciência é como um bilhete de ouro para o sucesso e a realização. Dá trabalho. Autoconsciência e auto-aceitação levam a melhorias na inteligência emocional.

Mais pessoas despertadas e conscientes seria uma transição maciça na humanidade. Criaria melhores famílias, escolas e locais de trabalho. Com a mudança viria maior compaixão e empatia.

Como vocês trabalham o autoconhecimento? Quais aspectos acham que precisam melhorar?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)