Em qualquer local de trabalho, as habilidades de comunicação verbal são essenciais para todos os membros da equipe, porque sem comunicação verbal eficaz, os indivíduos são incapazes de comunicar suas necessidades e experiências, e a gerência não pode efetivamente treinar ou liderar. As habilidades verbais de comunicação não são o único tipo de comunicação necessário no local de trabalho, nem o tipo mais importante de comunicação em todos os locais de trabalho.

No entanto, eles são uma habilidade necessária para o sucesso em todos os ambientes de trabalho, e os empresários e líderes de equipe podem melhorar os resultados de suas equipes desenvolvendo as habilidades de comunicação verbal de suas equipes.

Dinâmica de comunicação verbal: o que é?

O uso de jogos e outros exercícios de comunicação verbal como forma de desenvolver habilidades verbais é popular entre os líderes de equipe de todos os setores. Com esses tipos de atividades, os membros da equipe se envolvem ativamente e desenvolvem habilidades usando-as, em vez de se sentarem passivamente e tentando absorver informações como fariam com um treinamento do tipo palestra.

Por que desenvolver a capacidade verbal?

As habilidades verbais de comunicação, bem como outros tipos de habilidades de comunicação, são habilidades críticas para os funcionários de todos os setores. Outros tipos de habilidades de comunicação incluem:

  • Comunicação não verbal
  • Comunicação escrita
  • Comunicação visual

A habilidade verbal é a espinha dorsal de muitas – e em algumas posições, todas – interações de funcionários. Os funcionários precisam se comunicar com precisão entre si para concluir as tarefas de trabalho, com os clientes para atender às suas necessidades e com os supervisores para propor idéias e buscar soluções para os desafios que enfrentam. Embora todos falemos todos os dias, a comunicação verbal eficaz não é uma habilidade com a qual os humanos nascem. É uma habilidade que pode ser ensinada e deve ser cultivada.

A comunicação verbal eficaz envolve:

  • Inteligencia emocional
  • Empatia
  • Compreensão da escolha de palavras, tom e nuances das palavras e frases mais usadas
  • Audição engajada
  • Confiança
  • Ler as pistas emocionais da outra pessoa

Como desenvolver habilidades complementares de comunicação?

Outro componente importante da comunicação verbal eficaz é avaliar a compreensão do ouvinte sobre o tópico em discussão e ajustar a linguagem para se adequar ao seu nível de compreensão. Os termos e jargões técnicos são apropriados para uma conversa entre dois colegas que trabalham no mesmo projeto, mas uma pessoa não familiarizada com o projeto ou com o campo pode não entender esses termos. Com todo tipo de comunicação, verbal ou não, o objetivo é que o falante seja entendido.

As atividades de comunicação verbal não ensinam apenas habilidades de comunicação verbal. Eles também podem ajudar os funcionários a desenvolver habilidades de liderança, criar uma base de equipe coesa e desenvolver habilidades de pensamento crítico. Essas habilidades não são apenas úteis para a comunicação entre colegas, mas também são usadas em interações com clientes, fornecedores e distribuidores e com representantes de organizações externas em parceria com uma empresa.

As equipes podem se envolver em uma variedade de atividades para o desenvolvimento da comunicação verbal. Aprenda abaixo sobre algumas atividades populares para o desenvolvimento de habilidades de comunicação verbal entre uma equipe.

1. Dinâmica de descrição de palavra

Para fazer essa atividade, a equipe se divide em pares. Então, um parceiro de cada par recebe uma palavra para descrevê-lo. Ele não pode dizer a palavra ao seu parceiro e, em algumas variações dessa atividade, ele também recebe um conjunto de palavras comumente associadas a ela. Sem usar as palavras que ele está proibido de dizer, ele deve comunicar a palavra ao seu parceiro.

Por exemplo, um participante pode receber a palavra “árvore”. Ele então usa palavras associadas a árvores, como “folha”, “casca”, “anel” e “crescimento” para tentar pressionar seu parceiro a responder “árvore”. Geralmente, essa atividade é cronometrada, portanto, o parceiro de adivinhação precisa tentar adivinhar a palavra correta dentro do prazo estipulado.

Dinâmicas de comunicação

Com boas dinâmicas de comunicação, o trabalho de equipe pode ser muito melhorado entre equipes. (Foto: StartSomeGood)

2. Atividade da lista elefantes na sala

A atividade da lista de elefantes é uma maneira ideal para os gerentes entenderem os desafios que suas equipes enfrentam e para os colegas discutirem esses desafios em um ambiente aberto e sem julgamento. Cada participante escreve seus “elefantes na sala” – os desafios que ela enfrenta no local de trabalho – em notas autoadesivas. Ela então rotula cada elefante com um C, um I ou A. Essas letras representam:

C = questões que ela pode controlar

I = questões que ela pode influenciar

A = questões que ela deve simplesmente aceitar

O líder da atividade coleta os elefantes de cada participante e os coloca em um quadro branco ou na parede em três colunas, cada uma com uma das três letras. Em seguida, ele pede ao grupo que pondere se cada elefante é colocado com precisão e se não, qual outra coluna faria mais sentido para ele. Depois de determinar onde cada elefante deve ser colocado, o grupo se concentra nas colunas C e I – os problemas que podem ser alterados.

Na parte final desta atividade, o grupo discute maneiras de lidar com os desafios que estão enfrentando. Por meio dessa atividade, os indivíduos podem perceber que não são os únicos a enfrentar os desafios que enfrentam, e alguns podem obter uma nova perspectiva sobre questões que consideravam menores ou que não perceberam que estavam acontecendo no local de trabalho. O líder da atividade conduz a discussão, fazendo perguntas que convidam à discussão, validando experiências e trabalhando com a equipe para desenvolver estratégias para tornar o local de trabalho um ambiente mais saudável e feliz.

3. Atividade de dramatização

A dramatização é sobre comunicação, por isso é uma ótima ferramenta para ensinar às equipes como se comunicar efetivamente umas com as outras e com quem elas possam interagir. Os membros da equipe podem encenar cenários como lidar com um cliente irado, abordar recursos humanos com uma reclamação, organizar um projeto de grupo com outras pessoas de sua equipe e defender sua empresa ao enfrentar críticas online e pessoalmente.

Após cada interação, o gerente que lidera a atividade pode dividir as ações que cada funcionário executou e liderar uma discussão sobre o que deu certo, o que deu errado e como navegar nesse tipo de interação com o grupo.

4. Ensinando novas habilidades para colegas

Outra maneira interessante de os funcionários desenvolverem suas habilidades de comunicação verbal é ensinar uns aos outros sobre suas habilidades e talentos pessoais. Essa atividade também ajuda os membros da equipe a se conhecerem melhor.

Os funcionários podem planejar apresentações curtas de cinco a 10 minutos, ensinando ao grupo algo sobre o qual eles conhecem, como escrever seus nomes na linguagem de sinais americana ou como fazer algumas poses básicas de ioga. Ao explicar suas apresentações ao grupo e orientá-las em seus processos, os funcionários aprendem como dividir os processos em etapas, respondem a perguntas para ajudar os outros a entender e explicar como as etapas são combinadas para concluir o processo.

5. Jogos de comunicação verbal

Jogos são atividades divertidas para o desenvolvimento da comunicação verbal em todos os níveis de uma organização. Só porque uma atividade é divertida, não significa que não seja uma ferramenta de ensino eficaz. De fato, os jogos são algumas das ferramentas de ensino mais eficazes porque, quando os membros da equipe estão se divertindo, eles prestam toda a atenção à atividade e aprendem mais com ela. Aprenda sobre alguns dos jogos de comunicação verbal.

6. Jogo dos pares famosos

Pares famosos, como pão com manteiga são escritos em notas adesivas. As notas adesivas são então rasgadas ao meio, e cada funcionário tem uma tira colocada nas costas. Os funcionários precisam encontrar as outras metades de seus pares, fazendo perguntas um ao outro. Para tornar a atividade mais desafiadora, um líder de atividade pode limitar os tipos de perguntas que os funcionários podem fazer ou impor um limite de tempo.

Os membros da equipe podem limitar-se a fazer perguntas com sim ou não, ou podem ser obrigados a ficar lado a lado e se comunicar apenas com os colegas imediatamente à direita ou esquerda, trocando de lugar na fila quando receberem respostas.

7. Jogo de Blocos de Construção

Nesta atividade, equipes de três ou mais recebem dois conjuntos idênticos de blocos. Um membro da equipe é o construtor, um é o corredor e o outro é o diretor. O construtor e o diretor ficam em lados opostos da sala e, no final, o diretor constrói uma estrutura com seu conjunto de blocos. O corredor precisa correr para o construtor e transmitir o que o diretor criou para que o construtor possa construir a mesma estrutura usando apenas a descrição verbal do corredor da peça do diretor.

8. Jogo de comunicação de venda

Há muitas maneiras de criar jogos que envolvem os olhos vendados e os forçam a confiar na comunicação verbal de seus colegas para concluir tarefas. Uma maneira de estruturar esse tipo de jogo é criar uma pista de obstáculos e pedir aos membros da equipe que guiem os participantes com os olhos vendados através deles com orientações verbais. Outro jogo divertido de venda de olhos é essencialmente jogar Marco Polo, mas ao contrário: peça aos membros da equipe que guiem seus colegas de olhos vendados para eles usando instruções verbais.

Outro jogo de olhos vendados é conhecido como “arrume tudo”. Neste jogo, a equipe é dividida em pares individuais. Dentro de cada par, um parceiro está com os olhos vendados. Os itens são colocados no meio da sala. O parceiro com os olhos vendados deve recuperar itens específicos do meio da sala usando as instruções do parceiro sem os olhos vendados para determinar qual item pegar.

Como várias equipes estão gritando instruções e recuperando itens, cada parceiro com os olhos vendados deve se concentrar em diminuir as distrações e ouvir apenas a comunicação do parceiro.

Fazendo dos exercícios de comunicação verbal uma prática constante

Os exercícios verbais de comunicação podem ser tão simples ou complexos quanto a empresa pode permitir. Isso não se refere apenas à capacidade da empresa de pagar por algumas sessões de treinamento em comunicação verbal. Também se refere ao tempo da empresa e outros recursos que podem ser alocados ao desenvolvimento da comunicação verbal.

Para algumas empresas, sair do escritório para desenvolver habilidades de comunicação verbal por meio de uma atividade externa, como uma noite de perguntas ou uma sala de relaxamento, é o uso mais viável e eficaz do tempo e dos recursos da empresa. Para outras empresas, “permanecer em” e usar itens de todo o local de trabalho, como móveis e suprimentos de escritório, para organizar jogos e atividades de comunicação verbal é um uso mais eficiente do orçamento de desenvolvimento profissional da empresa. Em alguns cenários, mesmo isso não é uma opção.

Para equipes com pouco tempo e acesso a pequenos espaços e poucos acessórios, as atividades de comunicação verbal que exigem apenas um bloco de notas e uma caneta – e, em alguns casos, nada mais que a atenção dos membros da equipe – podem ser tão eficazes quanto o treinamento de grande orçamento sessões. Em qualquer atividade de comunicação verbal, o envolvimento dos membros da equipe é o ingrediente mais importante para o sucesso.

Essas atividades não servem apenas para a construção de bases para fortes habilidades de comunicação verbal. Eles podem ser usados ​​para atualizar as habilidades dos funcionários e até treinar novamente os funcionários cujas habilidades de comunicação diminuíram. Comunicação eficaz não é uma habilidade que possa ser ensinada uma vez, mas que precisa de revisão e desenvolvimento contínuos.

O objetivo de usar jogos e outras atividades para criar e manter habilidades de comunicação é manter a equipe engajada e proativa em relação ao seu progresso. Um exercício que força os membros da equipe a pensarem em pé é muito mais envolvente e divertido do que uma apresentação de slides ou palestra sobre comunicação verbal. Os funcionários entretidos os manterão engajados porque, quando entretidos, estão ansiosos por mais entretenimento.

Ficou alguma dúvida? Deixem nos comentários suas perguntas e iremos ajudar!

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)