As equipes são mais eficientes e colaborativas quando usam dinâmicas. Mesmo equipes fortes podem se beneficiar de exercícios de criação de equipes; eles são uma ótima maneira de melhorar a comunicação, moral, motivação, produtividade, ajudar os funcionários ou novas equipes a se conhecerem melhor e aprender sobre os pontos fortes e fracos de alguém.

Jogos e atividades de formação de equipes podem ser usados ​​por qualquer empresa, grande ou pequena, para promover um melhor trabalho em equipe no local de trabalho e, como a maioria dos proprietários e gerentes de negócios sabem, o excelente trabalho em equipe é um dos principais fatores associados ao sucesso de uma empresa.

Tipos de dinâmicas diferentes

Existem quatro tipos principais de atividades de formação de equipe, que incluem: atividades de comunicação, atividades de resolução de problemas e / ou tomada de decisão, atividades de adaptabilidade e / ou planejamento e atividades que se concentram na construção de confiança.

A ideia é realizar várias atividades divertidas e desafiadoras, e que também tenham o “efeito colateral” de desenvolver habilidades de trabalho em equipe que possam ajudar a melhorar o desempenho e a produtividade dos funcionários no escritório.

Vamos então para as diferentes atividades em grupo que podem ser realizadas em grupo.

Dinâmica simples duas verdades e uma mentira

Tempo necessário: 15-30 minutos

Comece fazendo com que cada membro da equipe escreva secretamente duas verdades sobre si e uma mentira em um pequeno pedaço de papel – Não revele a ninguém o que você escreveu! Depois que cada pessoa concluir esta etapa, aguarde de 10 a 15 minutos para uma conversa aberta – como uma festa – onde todos se interrogam sobre as três perguntas.

A ideia é convencer os outros de que sua mentira é realmente uma verdade, enquanto, por outro lado, você tenta adivinhar as verdades / mentiras de outras pessoas fazendo perguntas. Não revele suas verdades ou minta para ninguém – mesmo que a maioria do escritório já tenha descoberto! Após o período de conversação, reúna-se em um círculo e, um a um, repita cada uma de suas três declarações e faça com que o grupo vote em qual deles eles acham que é mentira.

Você pode jogar este jogo de forma competitiva e atribuir pontos por cada mentira que adivinhar ou por derrotar outros jogadores por sua própria mentira. Este jogo ajuda a incentivar uma melhor comunicação no escritório, além de permitir que você conheça melhor seus colegas de trabalho.

Dinâmica criativa de grandes momentos da vida

Tempo necessário: 30 minutos

Essa é uma excelente atividade de quebra-gelo perfeita para grupos pequenos e grandes. Comece pedindo a cada participante que feche os olhos por um minuto e considere os melhores momentos de suas vidas. Isso pode incluir momentos que tiveram sozinhos, que compartilharam com a família ou amigos; esses momentos podem pertencer a sucessos profissionais, revelações pessoais ou emocionantes aventuras de vida.

Depois que os participantes tiverem um momento para analisar os destaques de suas vidas, informe-os de que sua busca por destaques está prestes a ser reduzida. Mantendo os olhos fechados, peça a cada participante que decida quais 30 segundos de sua vida eles gostariam de reviver se tivessem apenas trinta segundos de vida.

A primeira parte da atividade permite que os participantes reflitam sobre suas vidas, enquanto a segunda parte (que discutiremos em um momento) permite que eles conheçam seus colegas de trabalho em um nível mais íntimo. A segunda parte do jogo é a seção “revisão”.

O líder da atividade perguntará a todos os participantes o que seus 30 segundos envolveram e por que eles os escolheram, o que permitirá que os participantes tenham uma ideia das paixões, amores e personalidades um do outro.

Dinâmica de grupo

Uma dinâmica em grupo pode ajudar a integrar os membros de uma empresa e melhorar a produtividade. (Foto: Stanford University)

Dinâmica do logotipo da moeda

Tempo necessário: 5-10 minutos

Comece pedindo a todos os participantes que esvaziem seus bolsos, bolsas e carteiras de quaisquer moedas que possuam e os coloque sobre a mesa em frente a eles. Se alguém não tiver moedas ou tiver muito poucas, outras pessoas na sala poderão compartilhar suas moedas com elas. Instrua cada pessoa a criar seu próprio logotipo pessoal usando as moedas à sua frente em apenas um minuto.

Outros materiais que eles podem ter, como canetas, cadernos, carteiras, etc. também podem ser usados ​​na criação do logotipo. Se houver um grupo particularmente grande, as pessoas podem ser divididas em equipes de 3 a 6 pessoas e instruídas a criar um logotipo que as represente como uma equipe ou toda a sala pode se reunir para usar as moedas para criar um logotipo para a organização / grupo / departamento / etc.

Cada participante solitário pode explicar seu logotipo ao grupo ou, se a sala foi dividida em grupos, o líder pode fazer com que cada grupo discuta o que levou ao logotipo da equipe e o que ele diz sobre eles. Essa atividade não apenas promove a consciência pessoal e mútua, mas também permite que os participantes se conheçam em um nível mais pessoal.

Dinâmica de uma pergunta

Tempo necessário: 15-20 minutos

Esse quebra-gelo não apenas faz com que os colegas conversem, mas também os faz trabalhar uns com os outros. É bem simples: o líder decide a situação à qual a pergunta se refere. Exemplos de situações incluem babá, liderança da empresa ou casamento. Após associar os participantes às equipes, o líder fará a seguinte pergunta: se você pudesse fazer apenas uma pergunta para descobrir a adequação de uma pessoa (insira o tópico aqui), qual seria sua pergunta?

Digamos que o líder escolheu ir com uma situação de casamento. Isso significa que cada pessoa em uma equipe de duas pessoas apresentaria uma pergunta que os ajudaria a descobrir se o parceiro era ou não adequado para casar com eles. Se o tópico fosse de babás, cada membro da equipe teria que fazer apenas uma pergunta cuja resposta os ajudasse a determinar se a pessoa era ou não adequada para cuidar da criança.

Essa atividade de quebra de gelo também pode se confundir, emitindo uma situação para todo o grupo ou alocando uma situação diferente para cada membro da equipe ou par em que trabalhar. Dependendo da situação escolhida, a atividade pode ser muito divertida, mas também pode demonstrar que questões cruciais devem ser desenvolvidas adequadamente.

Dinâmica de classificação

Tempo necessário: 10-15 minutos

O jogo de classificação pode ser um quebra-gelo rápido ou uma atividade mais complexa. Para os fins deste exemplo, trataremos essa atividade como um quebra-gelo rápido. Antes de dividir a sala em equipes de quatro pessoas, explique o conceito de “esconder alguém”, que significa classificar alguém como algo ou estereotipar alguém.

Deve ficar claro que esse tipo de classificação é subjetiva e sem utilidade para julgamento. Instrua os participantes a se apresentarem aos membros de sua equipe e discutir rapidamente alguns de seus gostos, aversões, etc. Após as apresentações, revele às equipes que será seu trabalho descobrir como elas devem se classificar como equipe dois ou três subgrupos usando critérios que não contêm julgamentos negativos, prejudiciais ou discriminatórios.

Exemplos desses subgrupos podem incluir corujas noturnas e pessoas da manhã, amantes de pizza de abacaxi e sushi, etc. Essa atividade incentiva os colegas de trabalho a se conhecerem melhor e permite que eles considerem coletivamente a natureza de todos os indivíduos da equipe.

Dinâmica de completar as figuras

Tempo necessário: 30 minutos

Essa atividade de solução de problemas exige que o líder escolha uma imagem ou desenho animado bem conhecido e cheio de detalhes. A imagem precisa ser cortada em tantos quadrados iguais quantos os participantes da atividade. Cada participante deve receber uma das “peças do quebra-cabeça” e ser instruída a criar uma cópia exata de sua peça do quebra-cabeça cinco vezes maior que o tamanho original

Eles se deparam com o problema de não saber por que ou como seu próprio trabalho afeta o cenário geral. O líder pode distribuir lápis, marcadores, papel e réguas para tornar o processo mais simples e mais suave. Quando todos os participantes tiverem completado suas ampliações, peça que eles juntem suas peças em uma cópia gigante da imagem original em uma mesa.

Essa atividade de solução de problemas ensinará os participantes a trabalhar em equipe e demonstra o trabalho “departamental” dividido, que é o entendimento de que cada pessoa que trabalha por sua parte contribui para um resultado geral do grupo.

Dinâmica da espiadinha

Tempo necessário: 10 minutos

Essa atividade de solução de problemas requer pouco mais do que alguns conjuntos de blocos de construção das crianças. O instrutor construirá uma pequena escultura com alguns dos blocos de construção e a esconderá do grupo. Os participantes devem ser divididos em pequenas equipes de quatro. Cada equipe deve receber material de construção suficiente para poder duplicar a estrutura que você já criou.

O instrutor deve então colocar sua escultura em uma área a uma distância igual de todos os grupos. Um membro de cada equipe pode comparecer ao mesmo tempo para observar a escultura por dez segundos e tentar memorizá-la antes de retornar à equipe. Depois que eles retornam às suas equipes, eles têm 25 segundos para instruir suas equipes sobre como construir uma réplica exata da escultura do instrutor.

Após um minuto tentando recriar a escultura, outro membro de cada equipe pode dar uma “espiada” antes de retornar à equipe e tentar recriar a escultura. O jogo deve continuar nesse padrão até que uma das equipes duplique com sucesso a escultura original. Este jogo ensinará aos participantes como resolver problemas em um grupo e se comunicar de maneira eficaz.

Dinâmica do zoom

Tempo necessário: 30 minutos

Esta atividade criativa de solução de problemas requer o livro ilustrado, sem palavras, intitulado “Zoom” de Istvan Banyai. Este livro apresenta 30 imagens sequenciais que trabalham juntas para formar uma narrativa. O livro deve ser bastante fácil de encontrar, pois foi publicado em mais de 18 países. As imagens podem ser laminadas para prolongar o uso.

Distribua uma foto para cada participante, certificando-se de que uma sequência contínua esteja sendo usada. Explique aos participantes que eles só podem ver as próprias imagens e devem mantê-las ocultas dos outros participantes. Deverá ser reservado tempo para os participantes estudarem suas figuras, porque cada figura conterá informações importantes que ajudarão os participantes a resolver o problema de colocá-las em ordem.

Oobjetivo final é que o grupo coloque as imagens em ordem sequencial sem olhar as fotos um do outro. Os participantes podem conversar entre si e discutir o que é apresentado na foto. Essa atividade reúne os colegas de trabalho e os comunica com o objetivo comum de resolver um problema, mas também permite que os líderes surjam e assumam o controle da tarefa.

Dinâmica de grupo da queda de ovos

Tempo necessário: 2 horas

Essa atividade confusa, mas clássica e envolvente para solucionar problemas, exige dividir a sala em dois grandes grupos, com a tarefa de construir um pacote de ovos que possa sustentar uma queda de três metros. Uma variedade de ferramentas e outros materiais devem ser fornecidos às equipes. Após a criação dos pacotes, cada equipe também deve apresentar um anúncio de 30 segundos para o pacote, destacando por que é exclusivo e como funciona.

Na conclusão das apresentações, cada grupo terá que largar o ovo usando a embalagem para ver se realmente funciona. Além de ensinar os grupos a trabalharem juntos e a se comunicarem, também os reúne com o objetivo comum de ganhar a queda de ovos e criar um pacote de ovos com sucesso.

Crie suas próprias atividades de desenvolvimento de equipes

Tempo necessário: 1 hora

O líder do grupo deve apresentar aos participantes esse problema falso: A hora seria gasta fazendo uma atividade de solução de problemas, mas como líder do grupo – você não conhece nenhum e não quer fazer um que os participantes já tenham ouvido ou tentado anteriormente. O objetivo ou problema, então, é fazer com que cada grupo de participantes crie uma nova atividade de solução de problemas que eles mesmos inventaram.

Os grupos não devem ter mais de quatro ou cinco pessoas e, no final da hora, cada grupo deve aparecer e apresentar sua nova atividade de solução de problemas. Além de ser uma atividade de solução de problemas, ela também promove o pensamento criativo, a comunicação, a confiança e o gerenciamento do tempo, entre outras coisas.

Quais outras atividades vocês sugerem? Como acham que as equipes podem crescer juntas?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)