Habilidades e competências profissionais. Exemplos para o currículo!

Escrito na categoria "Recursos Humanos" por André M. Coelho.

O que são as habilidades e competências profissionais? Em um currículo, parece que todo mundo tem sua própria definição. Algumas pessoas listam habilidades como “gerência de qualidade” e “ética de trabalho”. Outros optam por “líder de equipe” e “fortes habilidades de comunicação”. Mas faça a você mesmo uma pergunta simples: “ética de trabalho forte” é uma habilidade ou traço de personalidade? Acertou quem disse traço de personalidade.

A resposta é simples. Traços de personalidade não são habilidades de trabalho e, na opinião de especialistas, não pertencem à seção de competências profissionais e habilidades de um currículo. Quer um exemplo de uma “habilidade” que poderia definir o seu currículo para além da concorrência? Desenvolvimento de software. Isso é uma habilidade e competência profissional.

Habilidades pessoais e competências profissionais no currículo: definição

Habilidades e competências profissionais coisas tangíveis, práticas, coisas do mundo real que você sabe como usar ou como fazer. Tente dar exemplos de onde você mostrou suas habilidades para reforçar sua afirmação. Vamos falar de alguns exemplos mais abaixo. Quando você está rascunhando seu currículo, coloque o máximo de informações que conseguir reunir, para depois então fazer um resumo.

Construindo um currículo profissional

Entendendo o que são as habilidades e competências profissionais, é possível fazer um currículo mais resumido e atrativo para os contratantes. (Foto: MundodasTribos)

Competências e habilidades no currículo: exemplo do que não fazer

Usando nosso exemplo de desenvolvedor, habilidades comuns que as pessoas listam são:

Essas são habilidades de trabalho. São habilidades super valiosas, e que certificam seu potencial como futuro funcionário. Em conjunto com afirmações como “funcionário dedicado” e “ética de trabalho forte”, essas informações com certeza te darão um emprego, não é? Errado.

Contratantes tem a necessidade de mostrar às pessoas o que você pode fazer ao invés do que você diz que pode fazer. É por isso que que você levar uma carta de apresentação com uma pequena história de sucessos no trabalho. quantificadas. É por isso que essas histórias tem que tomar lugar no currículo e na entrevista de emprego. Todas as suas informações tem que ser reforçadas com dados concretos, ou seu entrevistador ficará profundamente desconfiado.

Competências e habilidades profissionais: exemplos

Qualquer um pode reivindicar ser um “gerente de projetos eficaz”, mas você pode provar isso? Aqui estão alguns exemplos e como escrever suas competências e habilidades em um currículo com base em dados:

Percebe a diferença? Outra forma de incluir essas habilidades e competências são:

Você pode mencionar habilidades subjetivas se elas são específicas para a posição de trabalho. Se o trabalho exige que você trabalhe de casa, então você pode escrever “experiência com equipes virtuais” ou “experiência com trabalho independente”. Se você escrever “focado e motivado” é algo vago e não vai ajudá-lo em nada. E nada de incluir “Microsoft Office” no currículo. Em qualquer currículo. É desnecessário, pois todos usam esses programas hoje em dia.

https://youtu.be/1QeVx3rATvA

Habilidades no currículo do primeiro emprego?

Para o primeiro emprego, alguns exemplos de habilidades que você pode colocar, sem medo de parecer subjetivo:

Quais dessas habilidades e competências soam como você? Se você passou para uma entrevista de emprego, esteja pronto para mostrar quando você exibiu suas habilidades e pontos fortes, e quais você acha que poderia dar exemplos sobre. Responder a estas perguntas pode ajudá-lo a escolher quais habilidades e pontos fortes para colocar em seu currículo, e poderia ajudá-lo quando se trata de entrevistas de emprego também.

Lembre-se, independentemente do seu nível de educação ou experiência de trabalho, você sempre tem habilidades e pontos fortes para se gabar. Não seja tímido, e mostre-as da maneira mais objetiva possível!

Sobre o autor

Autor André M. Coelho

André é pós-graduado em pedagogia empresarial, especializando na padronização de processos. Possui mais de 300 horas em cursos relacionados à administração de empresas, empreendedorismo, finanças, e legislação. Atuando também como consultor e educador empresarial, André escreve sobre Recursos Humanos desde 2012.

Deixe um comentário