Os candidatos a emprego enviam seus currículos para os sistemas de contratação online , na esperança de conquistar entrevistas. Muitas vezes, porém, não acontece nada. Envios de documentos parecem entrar em um buraco negro, sem nunca sair do abismo na procura de emprego.

Isso pode estar acontecendo porque hoje há sistemas automatizados de análise de currículos que são, em grande parte, responsáveis ​​por este vazio. Eles foram concebidos para acompanhar os candidatos de emprego através do processo de contratação. Mas hoje, eles parecem simplesmente classificar e rejeitar os candidatos. Apenas aqueles com as maiores pontuações (jugadas pelo sistema e não um humano) passam para a próxima fase.

Mesmo os candidatos qualificados muitas vezes não passam o primeiro corte. Por exemplo, um candidato a um emprego de caixa de banco pode ser filtrado se o currículo não menciona especificamente a experiência de manuseio de dinheiro. Além disso, um currículo visualmente impactante pode sufocar um sistema e ser rejeitado por causa de gráficos incomuns.

Ainda assim, há esperança para quem procura emprego. Você pode melhorar suas chances de ser notado. Aqui estão dicas e táticas técnicas para melhorar seu currículo não apenas para sistemas automatizados mas também para passar através de olhos humanos com maestria.

Analise as qualificações desejadas pelos empregadores

Analise cuidadosamente anúncios de emprego. Olhe para todos os aspectos da descrição do cargo, responsabilidades e qualificações.

Não se concentre apenas em um ou dois requisitos que espelham de perto seu passado. Estude a postagem para aprender o máximo possível sobre o nível de responsabilidade, juntamente com a complexidade da tomada de decisão requerida pelo potencial empregador.

Se você antecipar a aplicação de várias aberturas com um determinado empregador, olhe para várias de suas ofertas de trabalho. Aprenda as várias posições, suas relações uns com os outros e a hierarquia dentro da organização.

Coletar informações de fontes além do portal de inscrição online é essencial. Visite o site da empresa, siga a empresa nas mídias sociais, converse com amigos que trabalham lá e confira sites de avaliação de empregador para obter uma visão ampla da organização e suas necessidades, além de conseguir visualizar um possível plano de carreira.

Identifique palavras-chave relevantes e qualificações exclusivas

Com base em sua pesquisa e análise, identifique palavras-chave e frases-chave que são relevantes para a posição desejada e ao empregador. Para uma maneira fácil e científica para determinar palavras-chave dominantes, digite o anúncio de trabalho em uma palavra em sites de pesquisa ou de formação de “Nuvens de palavras”, como o Wordle. Os resultados lhe darão uma representação visual de palavras usadas com mais freqüência. Tão importante quanto isso, anote as palavras-chave raras e capacidades únicas que diferenciam este trabalho específico de outras oportunidades.

Verifique se o seu currículo inclui toda a informação relevante

Comece por criar uma seção de currículo indicando suas áreas de especialização, competências e habilidades que correspondem às palavras-chave.

Elabore qualificações no contexto da sua experiência profissional, usando palavras-chave e frases -chave. Sistemas mais recentes avaliam o contexto das palavras-chave, então você precisa explicar como você demonstrou maestria em seu trabalho. Para cada posição, você deve:

Dar uma visão geral que indica o seu propósito mais amplo. Por exemplo, um representante de vendas pode promover a marca da empresa e apoiar a rentabilidade além de atividades do dia- a-dia, como fazer apresentações de vendas e gestão de relações de conta.

Soletre seus deveres porque um sistema de computador não sabe automaticamente o que alguém com o seu título faz, ao contrário de muitos seres humanos com experiência em seu campo. Se você é um contador, especifique que você prepara relatórios financeiros, tais como balanços, declarações de renda e demonstrações de fluxo de caixa.

Explique como o seu desempenho é excepcional. Por exemplo , indicar o número de novas contas que você conquistou para sua empresa em relação ao objetivo ou discutir como o desempenho de um departamento melhorou depois de educados os gerentes de linha sobre as estatísticas financeiras.

Finalmente, não se esqueça de incluir o básico, como o seu nome e informações de contato, credenciais educacionais (graus e formação) e designações profissionais.

Conquistando o emprego pelo currículo

A palavra chave para aplicar seu currículo para diferentes empresas é adaptação. (Foto: www.englishteachercarol.com)

Mantenha seu currículo simples e de fácil leitura

O que parece ótimo no papel de um ser humano pode facilmente confundir um sistema automatizado. Assim, seja simples. Liste o seu nome e informações de contato no topo do currículo, não incorporados em um cabeçalho ou rodapé. Use títulos comumente reconhecidos por várias seções. Por exemplo, use “Experiência” em vez de “Histórico de Trabalho” ou “Conquistas de Carreira”.

Na seção de experiência , liste o empregador em uma linha, seguido pelo título da posição e datas relevantes em linhas separadas. Se você já realizou mais de um cargo com um empregador, liste o nome do empregador a cada vez.

Use o tamanho da fonte padrão de pelo menos 11 pontos, juntamente com margens de pelo menos 3 cm em todos os lados.

Evite gráficos, tabelas, caracteres especiais e até mesmo palavras em itálico . Estes podem perturbar o computador e frustrar o tratamento dos dados de seu currículo.

Siga direções

Sistemas de rastreamento de candidatos compartilham metodologias semelhantes, mas eles não são todos iguais. Além disso, as pessoas de RH e gerentes de contratação usam os recursos de forma diferente. Assim, não há uma maneira de inserir informações que é certa para cada situação.

Ao se aplicar para uma posição, siga instruções do sistema. Geralmente, esse processo envolve o upload de um arquivo amigável por computador em um formato reconhecível como pdf, doc ou txt. Além disso, preencher os espaços em branco e responder a todas as perguntas (mesmo aquelas rotuladas opcionais), para que os empregadores possam usar quando há a realização de uma pesquisa de candidatos.

Seja consistente

Embora adaptar o seu currículo para uma determinada posição é desejável, tenha cuidado em fazer mudanças drásticas quando se aplica a mais de um emprego em uma determinada empresa.

Se suas qualificações variam significativamente de uma versão para outra, os recrutadores e gerentes de contratação podem duvidar da precisão de suas informações. A melhor estratégia é desenvolver um currículo principal adequado para todas as posições e fazer pequenos ajustes para cada abertura.

Dê a si mesmo Pontos de Bônus

Sistemas de rastreamento de aplicativo podem gravar como você entrou no sistema e atribuiu pontos com base nesta informação. Ajude o seu currículo subir mais alto na pilha digital, tendo uma abordagem personalizada. Se você foi indicado por um funcionário, marque este fato, assim como recomendações de antigos empregadores.

Finalmente , lembre-se que você está escrevendo para um computador (mesmo quando ele é “humano”)

Um computador não fica entediado como uma pessoa, então você pode incluir informações mais relevantes do que o habitual. Seu currículo pode ser plano, ou um documento de cinco páginas com muitos detalhes enquanto que a versão para os olhos humanos pode precisar de ser habilmente formatada em duas páginas ou menos. Mas lembre-se de que o RH está passando por uma crise onde os profissionais estão se tornando praticamente máquinas ao analisar currículos.

Quando você vai em uma entrevista cara-a-cara, traga cópias de ambas as versões. Esteja preparado para discutir suas qualificações para o cargo, juntamente com capacidades únicas e realizações de carreira que mostram que você é um candidato excepcional.

Como você aprendeu a passar pelos sistemas de contratação de empregos passados? Como pretende fazer suas novas aplicações?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)