Não existe um caminho simples, linear, para o nirvana em sua carreira nos dias de hoje. Mas isso não impede os funcionários de gritar aos quatro ventos, esperando que barulho suficiente irá mostrar-lhes o caminho. Um tiro direto de um cargo como zelador para um escritório de canto nunca existiu realmente e é discutível. No entanto, é inegável que os trabalhadores de hoje estão em uma trajetória de carreira em e eles não tem certeza se que eles gostam do passeio. Esse é o caminho da carreira flexível, que toma várias formas e caminhos. Vamos entender um pouco sobre como adotar essa filosofia na sua vida profissional.

Entendendo a gestão de carreira

Então, o que “gestão de carreira” significa, afinal? É ela uma filosofia formal, um programa de desenvolvimento estruturado, uma aliança desde o início com um parceiro de RH ou um coach de carreira que vê o panorama de sua carreira? É totalmente detida pelos empregados e, em caso afirmativo, qual é o papel dos gestores no processo? Está relacionada com ou inteiramente removida das oportunidades de promoção?

Uma coisa é certa: a gestão de carreira significa um monte de coisas diferentes para pessoas diferentes. Mesmo dentro de uma empresa, muitas vezes não é claro se é uma filosofia, uma prática ou um processo.

“Gestão de carreira”, é um desafio maior agora do que jamais foi, tanto para empresas quanto apra funcionários. Orçamentos reduzidos de treinamento, os esforços de comunicação, gestores com equipes maiores e mais virtuais trabalham juntos para construir obstáculos para o feedback, o desenvolvimento personalizado e até conversas um-contra-um entre empregado e patrão. Tudo isso contribui para um ambiente de gerenciamento de carreira ainda mais difícil para os funcionários que realmente querem o apoio e direção em suas carreiras.

A fuga das responsabilidades

Em muitos casos, as empresas desistiram de persuasão, treinamento e ameaçam os seus gestores com a tarefa de desenvolver suas equipes. Os gerentes, por sua vez, raramente recebem treinamento proativo mais sobre como treinar, dar feedback, gerir o desempenho ou orientar as discussões de desenvolvimento de carreira, com o seu pessoal. Então, sem nenhuma responsabilidade e nenhum treinamento sobre como fazer, onde são empregados são deixados?

Flexibilizando suas opções na carreira

Ao flexibilizar sua carreira, você irá se destacar dentro de milhares de profissionais que preferem se homogeneizar no mercado ao invés de diversificar. (Foto: www.thomasnet.com)

Assumindo o poder sobre sua carreira

Por onde começar? Assumir a responsabilidade de direcionar sua carreira pode ser um fardo pesado. Mas o conselho daqueles que conhecem bem a gestão é colocar ferramentas em suas mãos que lhe permita comunicar, compartilhar, aprender e crescer com o outro. Isso significa que você pode assumir mais de um caminho, dar várias direções possíveis para sua carreira e não se prender apenas às formalidades e estratégias que sua empresa querer de você.

Descubra o poder dos-sites de internet como a Khan Academy, redes sociais, blogs e fóruns. Abrace o fato de que mesmo se sua empresa não permitir o acesso a sites de mídia social, os funcionários estão em seus smartphones acessando-os neste minuto mesmo, então faça conexões via Linkedin e Facebook e Twitter. Comece com algo que impulsiona a comunicação orgânica e dessa forma, crie uma rede virtual e pessoal de conhecimento, com pessoas que compartilham ideias, pensamentos e carreiras com você.

A partir desse começo, você cria uma teia que vai além da sua carreira, principalmente para aqueles que estão presos dentro do ambiente formal e corporativo. Você vai se sentir puxado por duas forças, uma interna (a empresa) e uma externa (sua rede). No meio do cabo de guerra, você vai poder balançar entre as forças e escolher vários dos possíveis caminhos.

Aperfeiçoando seus caminhos na carreira

Cursos, estudos, hobbies, livros, empreendimentos, investimentos. Tudo isso faz parte de quem você é e, consequentemente, de sua carreira. Ao diversificar, flexibilizar e não depender de uma carreira sólida, você amplia horizontes, expande suas possibilidades e pode flexibilizar em qualquer direção na hora que bem entender. Isso tudo, sem perder o foco, pois a força da corporação ainda te puxa um pouco rumo a um caminho mais linear, mas ele toma uma forma menos sólida e mais líquida, podendo assumir formas diferentes de acordo com seu momento na vida.

Uma última dica sobre a gestão de carreira flexível

Comece cedo. A demanda de funcionários capazes de se comunicar, partilhar e aprender uns com os outros no trabalho, capazes de ver além de sua própria posição e de suas profissões, só vai aumentar. Aproveitar o poder deste mundo novo e usá-lo para dirigir o tipo de desenvolvimento profissional que você adota só irá ajuda-lo a obter melhores posições para negociação, promoções e mais, ajudando-o a alcançar seus objetivos estratégicos.

O que vocês acham de gerir a carreira com maior flexibilidade? Como vocês visualizam este tipo de gestão? Compartilhem suas ideias conosco nos comentários abaixo.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)