Quando o concursei descobre que a prova será feita pelo CESPE/UNB cai o desespero. Há o medo, a ansiedade, a aflição do erro. Mas não entremos em pânico. Apesar das provas do CESPE/UNB terem a fama que tem, é por um bom motivo. Se você estiver bem preparado e estudado, não há muito o que temer.

Vamos entender um pouco mais da prova do CESPE/UNB para traçar estratégias de desempenho.

Como funcionam as provas do CESPE/UNB?

Ao fazer uma prova desta instituição, para evitar as pessoas que “chutam” questões e que a sorte seja uma grande influência na classificação do candidato, no método avaliativo da prova, para cada erro que você cometer você terá uma nota subtraída de seu resultado final.

O peso das questões erradas varia, podendo anular uma questão a cada uma, duas ou até três questões erradas. Questões em branco não somam nem subtraem da pontuação final da prova.

Você vai encontrar na rede relatos de pessoa contabilizando os acertos totais como resultado BRUTO e os acertos após o cálculo do CESPE, levando em consideração as questões erradas, como resultado LÍQUIDO.

Normalmente, um resultado líquido de 50% em uma prova de redação pode automaticamente reprová-lo. Um resultado global/total de 70% a 80% líquido da prova te colocaria em uma posição muito favorável na classificação.

Provas do CESPE

A prova do CESPE/UNB é como qualquer outra. Só muda um pouco o critério avaliativo, mas nada muda para quem está bem preparado. (Foto: www.em6.com.br)

Qual a estratégia para passar nas provas do CESPE/UNB?

Ao pesquisar para escrever este artigo e sendo eu uma pessoa que já fez provas do CESPE/UNB, achei ridículas as técnicas e métodos utilizados pelos concurseiros para passar na prova. Falo isso como alguém formado em Pedagogia e com Pós Graduação na área educacional.

Todas as técnicas que eu vi ficam mais parecendo formas de tentar burlar um método avaliativo bem justo, por sinal, ao invés de tentar apenas entender como você vai ser avaliado e passar na prova.

É lógico que quando você pensa no tempo investido para os estudos, bate um pouco o desespero. O desespero é o aliado dos seus concorrentes que, mais calmos, vão conseguir passar melhor na prova. O desespero também mostra a maior causa de reprovação: o despreparo. Isso nos leva a pergunta mais elegante e correta a se fazer por quem fará uma prova do CESPE/UNB.

Como me preparar melhor para uma prova do CESPE/UNB?

Simulados. Estudos. Simulados com tempo.

Tudo que puder te levar a praticar dentro do mesmo ambiente onde você será colocado na prova. Aprenda a deixar questões em branco quando tiver dúvidas. Pegue estas questões depois e as destrinche. Faça isso com as provas do CESPE de diferentes concursos, mesmo que não sejam as mesmas matérias de seu concurso.

A intenção aqui é te deixar mais tranquilo para deixar questões em branco e te forçar a estudar um pouco mais as áreas nas quais você ainda tem dúvidas. Pode ser que você encontre algumas dificuldades além de uma simples marcação de questões. Pode ser que você tenha dificuldades na redação, por exemplo. Mas é de muita importância que você dedique-se aos estudos com estas práticas simuladas que, em minha experiência, são a melhor forma de te preparar para este tipo de avaliação.

Estabeleça metas com os simulados, como fazer pelo menos 60% líquido das questões e aumentar em 2% este valor a cada mês. Mas seja realista e não estabeleça valores que você não conseguirá alcançar, ou você só tende a ficar frustrado.

No final, pense que o resultado será reflexo direto de seu esforço e não de uma estratégia de burlar regras. Seja disciplinado, dedicado e você colherá os frutos que merece.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)