Você foi procurar emprego, mas não encontrou um trabalho ideal que mostra seus talentos, educação e interesses? Deixe-me lhe fazer uma pergunta: Você já pensou em começar seu próprio negócio?

Tenho que avisá-lo, porém, que fazer o salto de empregado para empresário significa mudar não só o seu estilo de vida, mas também a sua mentalidade. Antes de gastar tempo, dinheiro e energia para iniciar um novo negócio, você deve se perguntar: eu tenho o que é preciso para um negócio próprio ou eu sou mais adequado para ser um empregado?

Aqui estão sete perguntas que podem ajudar a determinar se você tem a mentalidade de um empresário:

Você pode começar e terminar as tarefas de forma independente?

Como funcionário: o chefe ou gerente lhe dá uma tarefa a ser concluída dentro de um determinado período de tempo e você é esperado para terminar a tarefa.

Como empresário: empresários sabem como, e até mesmo gostariam, de trabalhar de forma independente. Eles estão dispostos a assumir a total responsabilidade pela criação e completar os seus próprios horários de trabalho. Para dar um passo mais longe, se você está pensando em começar um negócio baseado em casa, você também deve considerar que haverá momentos em que você vai ser passar horas trabalhando sozinho, sem a companhia e apoio dos outros.

Você pode definir e atingir metas de curto e longo prazo?

Como funcionário: você está trabalhando para atingir as metas de outra pessoa.

Como empresário: um empresário assume a responsabilidade pelo planejamento, comercialização e fiscalização do sucesso do seu negócio. Executar um negócio bem sucedido significa tomar o tempo para formular e implementar um plano de negócio bem pensado. Você terá que escrever uma declaração de missão concisa, uma visão inovadora para a sua empresa e objetivos financeiros de longo e curto prazo, além de um plano viável e eficaz de ação.

Carreira futura

As opções estão na sua frente. Basta você analisar seu perfil e entender qual delas é a melhor para seu futuro. (Foto: noticias.r7.com)

Você tem a auto-disciplina e auto-motivação para trabalhar para si mesmo?

Como funcionário: um chefe ou gerente define e supervisiona as tarefas e horas.

Como empresário: os empreendedores bem sucedidos são mestres da gestão do tempo e multi-tarefas. Auto-disciplina é um fator vital para o crescimento de um negócio bem sucedido. Um empresário deve ser sempre auto-dirigido e auto-motivado para fazer aquelas coisas que irão manter seu negócio avançando. Auto-disciplina é sobre fazer o que você diz que vai fazer quando você diz que vai fazê-lo.

Você pode administrar o dinheiro com sabedoria?

Como funcionário: alguém assume todos os riscos financeiros para a construção de um negócio bem sucedido e rentável.

Como empresário: se você decidir começar um negócio, como você pretende financiar o seu negócio? Um fator chave para começar um negócio está sendo preparado para lidar com os altos e baixos financeiros de abertura e de crescimento de um novo negócio. Você está disposto a ter aulas de negócios, aprender novas habilidades de gestão de dinheiro e até mesmo contratar profissionais que podem ajudar a lidar com suas finanças?

Você sabe como medir o sucesso?

Como funcionário: seu chefe define o padrão pelo qual medir e recompensar os seus sucessos: aumentos salariais, prêmios, reconhecimento, etc.

Como empresário: um empresário de sucesso sabe, quase instintivamente, como definir suas próprias internas e externas medidas de sucesso. Como um empreendedor, você é responsável por definir o seu próprio padrão de excelência. É importante, antes mesmo de iniciar o seu negócio, para ser plenamente consciente e entender seus critérios de sucesso e como você profissionalmente mede o sucesso. Você mede o sucesso pelo dinheiro ganho, o reconhecimento recebido, etc?

Escolhendo um bom lugar para trabalhar

Apesar de muitos associarem o status de empregado a algo ruim, muitas empresas, como o Google, já fizeram grandes empresários desistirem de suas empresas para serem empregados do Google, em um ambiente saudável e que promovia o desafio e o melhor deles.

Você está confortável criando o seu próprio salário?

Como funcionário: o empregador é responsável por seu salário, benefícios e outras despesas relacionadas com o trabalho. Você pode planejar sendo pago regularmente.

Como empresário: empresários são responsáveis ​​por criar o seu próprio salário, plano de aposentadoria, impostos, seguros, planos de saúde, pagamento de férias, etc. Provavelmente haverá momentos em que você não vai receber um salário regular. Ser seu próprio patrão significa correr riscos e viver com a incerteza financeira que muitas vezes vem com a propriedade de um negócio. Você está disposto a assumir riscos financeiros e profissionais? Você está disposto a conviver com o estresse que muitas vezes acompanha um salário incerto?

Você sabe o seu valor profissional?

Como funcionário: empregador diz e mostra o quanto você vale a pena pelo valor que estão dispostos a pagar.

Como empresário: como um empreendedor, você determina o seu próprio valor.

Conclusão

Depois de responder a estas sete perguntas, você ainda pode procurar o SEBRAE, que tem disponíveis vários cursos presenciais e online tanto para empregados quanto para empresários. É importante estar preparado. Não fique triste se tomou uma decisão ou outra: lembre-se que pode ser que nesse momento profissional, um dos tipos de trabalho pode ser melhor que o outro. Cabe a você ter paciência e se preparar para no futuro, quem sabe, mudar de ideia e seguir um novo caminho na sua carreira.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)