Saber a média de salário da sua profissão é fácil. Mas quando falamos de nós mesmos, quanto devemos ganhar? Pode ser surpreendentemente difícil de descobrir isso, porque os empregadores tendem a esconder as disparidades salariais entre os funcionários. Há, no entanto, algumas boas maneiras de verificar o salário que você merece e se você pode ganhar mais.

Conheça a indústria

Conheça o mercado. O primeiro passo é pesquisar o mercado de trabalho para o qual você está trabalhando. Você está no varejo? Seguro? Blogueiro? É importante conhecer o setor específico para o qual você está se candidatando ou buscando informações sobre.

Pesquise. Recursos online, tais como redes sociais e sites especializados em emprego, são uma boa maneira de encontrar a  média salarial para a sua indústria e até mesmo pela empresa específica. No entanto, as bases de dados online são apenas tão bons quanto quem obteve as informações e quando as informações foram obtidas. Por exemplo, os dados salariais de 2006 não são particularmente úteis em 2014.

Comunique-se. Outro bom recurso são as convenções trabalhistas da sua categoria e seu sindicato. Eles geralmente tem informações sobre os pisos salariais e até das médias salariais. Você pode encontrar as discriminações por estado, município região, a indústria e os níveis de carreira dentro dessa indústria. Com cada relatório, você vai encontrar os salários horários médios de trabalhadores.

Conheça a faixa salarial

Conheça as faixas do mercado. Você pode não estar na faixa de remuneração média para sua indústria. Existem vários intervalos salariais com base na experiência, educação, habilidades especiais e muito mais. Cuidado com os preços muito elevados para o trabalho.

Saiba quanto você vale e peça de acordo com isso. Se você tiver mais baixa experiência do que a média para sua descrição do trabalho, você não deve pedir o salário médio. Você pode destacar outros atributos que compensam ter menos experiência, como o ensino superior e habilidades especiais. Lembre-se de planejar uma tática de negociação antes de advogar por mais dinheiro. Aqueles com alta experiência tem um problema diferente e devem pedir um salário maior do que a média, e então negociar a partir daí. As mulheres tendem a ter dificuldade em pedir mais, e devem ser mais assertivas em pedir o salário que elas merecem.

Salário que você merece ganhar

Conversas, pesquisas e muito networking te darão uma ideia bem definida de quanto você pode e deve ganhar pelos seus serviços. (Foto: blog.relayrides.com)

Saiba quando pedir

Network. Uma ótima maneira de reunir informações de salário está “no chão da fábrica”. Comece a frequentar eventos da indústria, conferências ou feiras de emprego. Existe um evento para quase todos os empregos que existem. Comece pesquisando o seu trabalho e procure oportunidades de rede. Você pode perguntar, com representantes de RH diretamente sobre histórias de salário e faixas sem medo de ser impróprio.

Saiba quando perguntar a outras pessoas em seu local de trabalho. Pergunte confidencialmente em um intervalo de seu departamento. Por exemplo: “qual é o salário mais baixo e mais alto que um analista de sistemas de nível de entrada pode ganhar nesta empresa?” Se você tiver problemas para que alguém divulgue tais informações, pode haver uma razão. Tente fazer a mesma pergunta para um ex0empregador. Você não tem nada a perder, e seu antigo patrão pode fornecer informações que você não pensou antes.

Peça o aumento na hora certa. Se você está tentando obter um aumento, saiba quando começar a conversa. Também pode ser complicado saber quanto esperar. Uma boa maneira de começar é obtendo, comparando e analisando os resultados financeiros da empresa. Você pode jogar com diferentes cenários para encontrar uma boa porcentagem de partida para negociar seu aumento, estabelecendo metas ou mostrando metas já conquistadas.

Conheça o valor do seu tempo

Avalie o seu valor para um empregador. Quais são as suas despesas totais de vida (incluindo um orçamento de poupança para o futuro)? Qual é o salário mínimo anual/mensal que você poderia ganhar e ainda aceitar a oferta de emprego? Qual é o salário anual/mensal para você se sentir como um membro valorizado da equipe?

Estabelecer um bom valor por hora, dia de trabalho, ou por contrato pode ser baseado em vários fatores:

  • Você tem de se transportar ao local?
  • Quanto tempo é necessário para reuniões, check-ins e avaliações?
  • Você está pagando pelo seu próprio material e equipamento de trabalho?
  • Você tem que pagar algum tipo de imposto?
  • Quais são os benefícios inclusos além do salário e quanto eles valem por fora?
  • Quais são os impostos e contribuições que incidem sobre o seu salário?
  • Divida o tempo que levará para concluir um trabalho pelo seu horário de trabalho. Corresponde com o seu valor desejado?

Além disso, pense no que é aceitável para aceitar um corte salarial. Boas razões incluem: você acredita no futuro da empresa e seu papel dentro dele; você está em transição para um novo setor ou departamento; ou você precisa de mais tempo longe da mesa de trabalho.

Considerações Finais

Seu tempo é a parte mais preciosa da equação. Se você pode conciliar o valor do seu tempo com as necessidades do empregador e ainda se sentir valorizado, então a probabilidade de crescer e ganhar mais no trabalho a longo prazo são muito maiores. Saiba também dividir seus custos mensais por dia de trabalho, o que vai te dar uma ideia de quanto você tem que ganhar por dia e até por hora de trabalho para pagar suas contas. Assim, você pode analisar muito bem onde você está e onde pode chegar na sua carreira.

Quanto você vale? Isso é o quanto você ganha? Qual salário médio da sua profissão? Compartilhe nos comentários abaixo!

2 comentários para “Você merece ganhar mais? Veja como descobrir!”

  1. Valdiana Paulo da Silva

    Gostaria de saber : como faço para consegui uma vaga de emprego

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)