A ideia de pedir um aumento para seu chefe pode te deixar louco. Para muitas pessoas, o “pedir” é uma grande barreira que ajuda as empresas em todo o país manter os salários e, conseqüentemente, os custos baixos. Segundo os especialistas, as negociações salariais oferecem muitos benefícios para um empregado. Surpreendentemente , elas não são apenas sobre o dinheiro.

Entenda aqui então alguns motivos que podem te motivar a pedir aumento para seu chefe.

Para novas contratações, o dinheiro está na mesa…

Três em cada quatro novos contratados aceitam o primeiro salário que é oferecido, sem negociação. Enquanto isso, nove em cada dez gestores de RH admitem estar dispostos a oferecer um salário inicial maior, bastando apenas o candidato pedis. Isso significa que há uma recompensa enorme potencial para uma curta conversa.

…e vale um milhão de reais

Ao longo da vida profissional, a negociação anual salarial de 20 minutos pode adicionar quase um milhão de dólares para a sua linha de fundo. Vamos dar uma olhada nos amigos fictícios João e Maria para ilustrar.

Os amigos começam suas carreiras na mesma empresa aos 22 anos com um salário anual de R$50.000 por ano. Contando o décimo terceiro, isso dá mais ou menos R$3.800 por mês. Em cada revisão anual de desempenho, João aceita alegremente o aumento salarial de 2% que é oferecido. Maria, por sua vez , negocia um extra de 1%, obtendo um aumento anual de 3 % ao ano. No final de sua carreira aos 65 anos, o salário de Maria ira chegar a até R$178.226,00, enquanto João chega a apenas R$117.159,00. Ao longo de sua carreira, Maria ganha RS$977,287.60 a mais do que João.

Lógico, esse é apenas um exemplo para ilustrar a negociação e é um salário bem alto, apesar de já ser realidade para alguns cargos até de nível técnico. Mas dá para você tem uma noção boa de riqueza acumulada com a negociação de salário.

Quem negocia ganha respeito

De acordo com um estudo sobre a negociação no trabalho, 84% dos patrões têm mais respeito por um candidato que negocia do que para aquele que não tem. Nem sempre significa que você vai ter um aumento de salário no ano em curso, mas o ato de negociação aumenta suas chances para o futuro.

Ajuda a diminuir as diferenças de gênero

Os homens são quatro vezes mais propensos a negociar salário do que as mulheres. Ao longo de uma carreira, os salários tornam-se cada vez mais díspares enquanto homens negociam mais vezes com cada avaliação de desempenho, promoção ou novo emprego. A diferença entre os sexos, muitas vezes pode mais precisamente ser definida como um espaço de negociação. A maneira mais fácil de diminuir o abismo, para mulheres, é aprender a arte da negociação.

Permite uma aposentadoria antecipada

Alguém que negocia um aumento extra de 1% ao ano pode se aposentar sete anos antes. Negocie um extra de 2% e você pode se aposentar 11 anos mais cedo. Porém, de nada vale essa negociação se você não poupa e não investe o dinheiro que sobra.

Confirme seu pedido com dados

Peça o aumento quantificando os benefícios que você traz para a empresa. Tenha isso em mente para justificar o valor a mais a ser investido. (Foto: jobs.aol.com)

Mesmo com um aumento, você é mais barato do que um novo funcionário

Rotatividade de funcionários é cara. Custa para um empregador cerca de 150% -250% de um salário anual para contratar e treinar um novo funcionário. Muitos gestores preferem evitar o tempo e o custo de obtenção de um novo funcionário e seu treinamento até que ele “pegue o jeito” do negócio. Seu trabalho como um negociador é convencer o seu chefe que o seu salário oferece para a empresa mais benefícios do que iria trazer uma nova contratação.

Você pode pedir por benefícios em vez de dinheiro

Nem todo empregador pode oferecer mais dinheiro em qualquer situação, não importa o quão hábil negociador você é. Você pode, no entanto, ser capaz de negociar para outras regalias de trabalho flexíveis, como mais tempo de férias, um bônus anual, ou um horário de trabalho alterado. Quem sabe até um fim de semana de folga, principalmente para quem trabalha de domingo a domingo?

As probabilidades estão a seu favor

De acordo com uma pesquisa recente, quatro em cada cinco pessoas que pediram um salário mais elevado no ano passado receberam um aumento. Um adicional de 8% não conseguiu o aumento, mas receberam benefícios ou incentivos adicionais. Essas são muito boas chances. Vale lembrar que esta foi uma pesquisa nos EUA. Porém, no Brasil isto se torna a cada dia mais uma realidade, dado que há uma grande demanda por profissionais qualificados no mercado – e você pode ser um deles.

A vida não é justa

Os aumentos salariais nem sempre são concedidos aos mais merecedores, trabalhadores, ou inteligentes. A maioria das pessoas não recebem nada. Algumas pessoas ficam com muito mais. Aqueles que recebem mais são os únicos que sabem como convencer seus chefes para lhes dar mais. Você pode ser essa pessoa, começando por ser um bom funcionário.

Seus temores são infundados

A maioria das pessoas não negociam o salário porque tem medo que sua oferta de trabalho será rescindida ou eles vão ofender o chefe atual. De acordo com os profissionais, não é provável que isso aconteça, desde que você pergunte também. Um bom contratante não vai rescindir uma oferta de trabalho só porque você pediu mais dinheiro. Tudo vai depender da sua abordagem. Em resumo, é importante estar sempre respeitoso e enquadrar a conversa em termos de como você vai pagar os benefícios de seu empregador em forma de trabalho.

Considerações Finais

Você pode fazer uma carta de pedido de aumento salarial, quantificando os benefícios que você traz para a empresa. Porém, não acreditamos que pedir aumento de salário para seu chefe seja melhor dessa forma. Marque um horário com ele. Lembre-se que quando e como pedir aumento de salário são igualmente importantes, ou seja, você não vai pedir aumento em uma semana de fechamento de contas. Seja cordial, explique seus motivos. O máximo que você vai ouvir é um “não”. Mas não custa continuar tentando.

Não existe um modelo de pedido de aumento salarial. Claro, sabendo por que negociar é apenas a primeira metade da batalha. Saber negociar é igualmente, se não mais, importante. E a prática leva à perfeição.

Você já negociou um aumento de salário ? Você conseguiu isso? Por favor, compartilhe sua experiência nos comentários

 

4 comentários para “10 motivos para você pedir um aumento para o seu chefe!”

  1. Jaime

    Trabalho pra uma agência que presta serviços pra uma multinacional no ramo de tubos e conexões. Uma outra agência tinha uma conta dessa mesma multinacional sendo que no ramo de pinceis. Sendo que a empresa que eu trabalho terminou o contrato com a outra agência. E agora além de fazer o que eu já havia fazendo que era tubos e conexões, também tenho como responsabilidade a parte que era responsabilidade da outra agência. Ou seja: além de fazer o meu tenho que fazer o que outra pessoa fazia, por que a empresa queria economizar. Com um funcionário a menos. Gostaria de saber se isso seria legal, pois no meu contrato diz apenas tubos e conexões. A empresa fez assinar um novo contrato de trabalho que não diz sobre a multinacional. Quero saber se a empresa tinha que aumentar meu salário. Já que não houve nenhum aumento.

    Responder
    • Equipe Ponto Rh

      Jaime, vale a pena conversar com seu chefe. Não há nada de errado na empresa economizar, mas há de errado em não comunicar as mudanças aos funcionários.

      Responder
  2. Ana Claudia

    Trabalho há 18 anos no laboratório de patologia (macroscopia) não tenho aumento salarial há um bom tempo e a cada dia o volume de exames está aumentando. Isso já faz uns 6 meses. Entrei somente para fazer este serviço, mas faço outras coisas tbm. Como pedir aumento E a responsabilidade é gde, grata!

    Responder
    • Equipe Ponto Rh

      Entre em contato com seu sindicato para saber o que pode ser feito. Ou converse também com seus superiores, para ver o que você pode fazer para ter um aumento salarial.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)