Em um mundo ideal, o nosso trabalho seria desafiador, envolvente e gratificante o tempo todo. Mas, como eu tenho certeza que você já está ciente de que nem sempre é o caso. Às vezes é necessária uma mudança drástica, como encontrar um novo emprego. Outras vezes porém, só é preciso um pequeno empurrãozinho para colocar a sua carreira de volta no caminho certo para a satisfação profissional. Então, como exatamente se faz isso? De uma maneira incrivelmente simples: diga ao seu chefe que você não está feliz.

Provavelmente você não confia tanto no seu chefe, ou acha que ele não vai ouvir suas insatisfações. Mas entenda que às vezes, o seu superior não têm ideia de que seus empregados não estão amando totalmente o trabalho. E, se você fizer isso direito, você e seu chefe vão agradecer por você ter se manifestado sobre a insatisfação. Basta saber fazer do jeito certo.

Carta de insatisfação no trabalho: faça uma lista

Listas ajudam a organizar seus pensamentos, e proporcionam uma boa estrutura de tópicos para discussões difíceis. Você verá que elas são especialmente úteis quando você decidir abordar o seu chefe para que ele saiba que você não está amando totalmente o seu trabalho.

Comece a anotar tudo, de coisas grandes a pequenas, que te fazem se sentir mal a cada dia. Pode ser uma mudança de escritório, uma equipe com a qual você não se dá bem, falta de suporte do seu supervisor. O importante é listar tudo que possa estar te deixando insatisfeito para depois ir filtrando o que for mais importante e cortando da lista coisas pequenas que geralmente estão te deixando infeliz apenas por conta da insatisfação maior.

Falar sobre infelicidade no trabalho

A infelicidade no trabalho deve ter uma solução. Você precisa buscar caminhos para comunicar essa insatisfação ao seu chefe, e encontrar da melhor forma possível uma solução para o problema. (Foto: milewalk.com)

Como conversar com o chefe sobre desmotivação? Planeje uma reunião

Nenhum chefe gosta de ouvir o que está errado com o trabalho ou a empresa. Assim, as chances são de que se você simplesmente apresentar a sua lista de coisas que não gosta, seu chefe vai ver suas reclamações como exigências, que muitas vezes ele não poderá atender.

Assim, depois de anotar sua lista, é uma boa ideia para fazer uma nova para discutir com seu chefe. Reveja suas queixas, veja se existem quaisquer temas que fogem do assunto, e resuma o texto.

Por exemplo, se o trabalho faz com que você sempre tenha que almoçar no escritório ou constantemente cancelar planos com os amigos porque você está preso trabalhando até tarde, coloque “manutenção de um equilíbrio entre trabalho e vida saudável” como um dos pontos que você gostaria de discutir. Sempre que possível, tentar enquadrar a sua lista em termos positivos, e dê uma ou mais possíveis soluções em vez de simplesmente reclamações.

Depois de ter sua lista organizada, é hora de marcar a reunião com seu chefe. Agora, você pode ser tentado a correr para o seu chefe e dizer-lhe que você quer falar com ele. Mas, acredite em mim, se você não quer que seu chefe se desespere, não faça isso. Bosses são condicionados a pensar que algo está terrivelmente errado quando um empregado se aproxima deles e diz: “há algo que eu gostaria de falar com você”. Em vez disso, tenha uma aproximação mais suave, indo conversar com seu gerente imediatamente após uma reunião de equipe ou depois de conversar durante o lanche na sala de descanso. Diga que você tem algumas ideias para “melhorar a sua eficiência em um projeto”, ou planos para “elevar o moral” do ambiente de trabalho. Diga que você quer participar, e que você gostaria de agendar um horário para conversar. Agora, o seu chefe está preparado para não só ouvir as suas ideias, mas para compartilhar soluções.

Dê soluções durante a conversa

Enquanto você conversa com seu chefe que você está se sentindo infeliz com o trabalho, você não quer pegar muito pesado, e nem florear demais sua insatisfação. Assim, uma boa maneira de abordar a conversa é casar as suas preocupações com sugestões sobre como resolvê-las de uma forma que seja mutuamente benéfica.

Por exemplo, se sua hora de almoço tem sido reduzida por conta de reuniões de equipe, sugira ao seu chefe para fazer a reunião uma hora mais cedo, o que pode ajudar a manter a equipe focada, já que todos não vão ficar olhando para o relógio enquanto seus estômagos roncam. Mantenha o foco sobre o que você pode fazer para melhorar a situação. Seu chefe vai apreciar a delicadeza das suas sugestões, e entender a mensagem de que sua hora de almoço muito necessária está sendo sacrificada.

Peça conselhos ao seu chefe

Não está totalmente certo de como resolver o problema? Você pode usar a reunião como uma oportunidade para pedir ao seu patrão um conselho.

Digamos, por exemplo, que você não quer estar trabalhando com um outro funcionário devido às piadas de extremo mau gosto que ele faz. Mencione que você está tendo alguns desafios ao trabalhar com o colaborador, e peça sugestões sobre como você pode gerenciar o relacionamento melhor. Comunique ao seu chefe sobre as táticas que você já tentou, mas não pareceram funcionar e, em seguida, peça para discutir mais algumas ideias. Aqui você deve fazer com que seu chefe esteja ciente da situação para que ele ou ela possa ajudá-lo a encontrar uma solução, mas nunca torne os comentários pessoais.

A ajuda de seus superiores deve ser solicitada

Isto pode parecer difícil, mas às vezes é exatamente o que você precisa, especialmente se você não está exatamente certo do que é que te deixa para baixo no trabalho. Deixe o seu gerente saber que não está se sentindo bem, e que você gostaria da ajuda dele para ter sua animação de volta. Mencione a sua lista e comece a conversar sobre o que você tem observado no escritório e no seu papel profissional. Não se esqueça de perguntar ao chefe também o que você poderia fazer para que o ambiente se tornasse mais produtivo, e o que o chefe espera do seu desempenho profissional.

Mantenha a discussão o mais positiva possível, certificando-se o foco não está no fato de que você está infeliz, mas que você está tentando voltar ao topo novamente. Seu chefe vai apreciar o compromisso, e depois de conversar com você por um tempo, ele ou ela vai ter algumas dicas para oferecer, e ele estará melhor equipado para ajudar a guiá-lo de volta a um lugar feliz.

Nenhum de nós ama nossos trabalhos o tempo todo, mas se você não está feliz na maior parte do tempo, normalmente isso significa problemas. Chegar ao fundo do que está aborrecendo você no trabalho não é fácil, mas com alguma reflexão cuidadosa e discussões honestas com o seu chefe, você vai com certeza voltar a ter prazer no que faz.

Você já esteve infeliz no trabalho? O que fez para mudar essa situação? Como seu chefe lidou com a conversa sobre insatisfação no trabalho?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)