Ultimamente, você está sentindo que o seu chefe está te criticando ou implicando demais contigo em relação a outros colegas de trabalho? Trabalhar em condições como essa é muito desconfortável. Então, o que você pode fazer? Em primeiro lugar, saber se a sua percepção é correta ou se você está certo em pensar isso do seu chefe. Aqui estão algumas coisas a fazer antes de tomar qualquer atitude:

Observe, pergunte, analise a atitude do seu chefe com outros

Observe se os outros estão enfrentando a mesma coisa e não se queixam. Para isso, basta ouvir o que os outros estão dizendo. Se o seu chefe realmente está mexendo com você, reclamar vai piorar a situação. Analise o seu relacionamento com seu chefe, se você tem sido franco, negativo, relutante em ser um membro da equipe. Se assim for (e você realmente precisa ser honesto consigo mesmo), mude seu comportamento imediatamente, e torne-se mais positivo. Observando a atitude do seu chefe com outros pode te mostrar os comportamentos e atitudes profissionais que ele busca nos outros e assim, adotar esses comportamentos para acabar com a implicação.

Ainda acho que ele está implicando comigo. O que faço?

Se, depois de analisar bem a situação através da observação crítica, você ainda acha que seu chefe está sendo injusto com você, analise o por quê disso pode estar acontecendo: você tem algum tipo de preconceito ou acha que está sofrendo um, tem algum colega de seu chefe que não gosta muito de você, seu trabalho não tem rendido como antes. Se sua resposta for “sim” a uma ou mais perguntas deste grupo de questões, você deve tomar atitudes profissionais e não levar a situação para o lado pessoal.

Cuidados com os limites das cobranças de seu chefe

Mesmo que as cobranças de seu chefe tenham motivo, há um limite até onde ele pode cobrar de forma saudável. Ao ultrapassar esse limite, ele está cometendo o crime de assédio moral. (Foto: www.workbabble.com)

Fale diretamente com seu chefe, não com seus colegas de trabalho

Você deve chamar o seu chefe para uma conversa particular, longe de qualquer amigo de trabalho. Isso evitará constrangimentos e também a fofoca. Se está achando a situação muito sufocante, vá a um terapeuta ou desabafe com a família, mas nunca com colegas de trabalho.

Se houver suspeita de preconceito, e você tem um departamento de RH, vá e converse com eles em confiança, pedindo conselhos, e saiba as atitudes que devem ser tomadas. Peça confidencialidade, e que nenhuma ação seja tomada sem você saber com antecedência.

Peça para ter uma reunião com o seu chefe. Não diga que você acha que está sendo perseguido. Diga algo como “eu realmente quero ter sucesso aqui: como posso melhorar o meu desempenho?” Também diga a ele quais atribuições que você realmente gostaria ter, e pergunte como você pode chegar a esses cargos, além de (ou em vez) do trabalho ao qual você já está fazendo. Se você receber respostas reais, ouça e acompanhe para chegar a um melhor desempenho. Se você receber respostas que não soam reais, agradeça ao seu chefe e converse com o setor de RH, pois pode ser até uma situação de assédio moral.

Seja sempre um profissional pró ativo

Não importa o que aconteça, manter uma abordagem positiva para o seu trabalho, colegas de trabalho, e gestão. A pessoa negativa sempre quer colocar a culpa e responsabilidade nos outros, ou se responsabiliza até demais pelos problemas. Muitas vezes, seu chefe só quer que você melhore, mas não sabe muito bem como te dizer isso. Por isso, você pode ensinar a ele como fazê-lo de forma a proporcionar melhores resultados no seu desempenho.

Se seu gerente envia e-mails ou diz coisas que são ofensivos, grave-os, e manter um registro. Quando um gerente é realmente agressivo, nada ajuda mais do que um registro de conversas. Então não é um caso de sua palavra contra a dele, é um registro documental do problema.

Se um colega diz que ele / ela acha que o chefe está mexendo com você, pergunte por que você acha que está acontecendo. Relate a conversa de volta para o Departamento de RH (depois de dizer a seu colega que você vai fazê-lo).

Mantenha a calma, manter o pensamento positivo, faça sempre mais do que lhe é pedido e os bons chefes irão sempre te valorizar! Um terapeuta te acompanhando pode te ajudar a visualizar muito bem o que é verdade e mentira para você.

O que você aconselha para quem tem um chefe pegando no pé? Compartilhe nos comentários abaixo!

12 comentários para “Meu chefe implica comigo! O que faço?”

  1. Jaime

    Olá, minha supervisora me ameaçou dar uma advertência porque eu não quis participar de um grupo no whatsapp. Gostaria de saber se ela pode fazer isso? Pois venho sofrendo perseguições da parte dela.

    Responder
    • Equipe Ponto Rh

      Depende, Jaime. Se o grupo for parte importante do seu trabalho, ela pode dar essa advertência sim.

      Responder
  2. Maria Luiza

    O que devo fazer se uma colega de trabalho quer me derrubar sendo que ela é a a melhor funcionária, devo falar sobre as coisas negativa dela ou só me defender, ela me queimou pra meu chefe não sei como reverter isso, porque eu era muito bem vista por ele.

    Responder
    • Equipe Ponto Rh

      Maria, a melhor chance que você tem é tentar o diálogo com ela, pra estabelecer um relacionamento profissional saudável, e evitar o conflito direto com ela.

      Responder
  3. Rodrigo Assis

    Estou passando por algo estranho não tenho a certeza absoluta sobre ser assedio, eu li sobre isso aqui no site… Sou ACS em um posto de saúde, e sou gay assumido e feliz por ser assim, mas estou passando por isso, um chefe da saúde esta me perseguindo já analisei com meus amigos que já fizeram coisas muitas piores e ela não dizer nada, ela me chamou atenção por varias vezes, assim: rodrigo quando for horario de seu almoço vai trocar esta roupa, rodrigo o que esta fazendo aqui ainda em frente de pacientes do posto, já me chamou atenção por estar com celular na mão, em frente a varias pessoas eu sentado ela olhou e disse você esta de folga hoje por que esta ai e nem sabia o porq minha sala estava sendo usada por outro profissional e sedemos a sala onde eu fiquei sentado na farmácia esperando o horário de sai para visitas domiciliares, ela sempre chama a atenção somente de mim no posto sempre eu, e de forma rude…

    Responder
    • Equipe Ponto Rh

      Converse com ela Rodrigo, e peça para ela te chamar atenção em privado, não em público. Se continuarem os problemas, reúna provas e testemunhas contra ela.

      Responder
  4. Elisabeth

    Minha chefe esta diminuindo minhas notas de monitoria uma ela me zerou e disse que não passei protocolo ao cliente a outra ela disse que não passei uma informação sobre valores porém solicitei ouvir a monitoria eu havia passado o protocolo e na outra recebemos um email no qual não podíamos passar os valores agora ela está falando que não poderá mudar minha nota estou me sentindo perseguida porque desde que precisei faltar por motivos médicos do meu filho ela começou a fazer isso

    Responder
    • Equipe Ponto Rh

      Elisabeth, ela tem que mudar sua nota. Registre, em email, sua reclamação. Tente chegar a um consenso. Se por acaso ela continuar tomando essas atitudes, continue escrevendo em email. E consulte um advogado trabalhista.

      Responder
  5. David

    Com todo respeito a qualquer profissional que esteja lendo essa matéria, esse assunto é muito dífícil de resolver. Já vivi experiências assim e o RH da empresa que eu trabalhava nada fez, ao contrário, me pedia para tomar decisões que geraria embate com a outra pessoa. O mais cômico é que o funcionário pode ser exposto e as vezes parece que precisa aguentar tudo como burro de carga, calado e sem exigir respeito, os chefes não. Parece que eles exercem um poder maior até junto ao RH. Na hora da bomba estourar sempre estoura pro lado mais fraco, do funcionário e não do chefe. É Tudo politicagem! Por que isso? Os rhs ouvem ambos os lados mas… Ainda acredito que existam bons RH que interajam e atuem na real necessidade do funcionário, isso claro no mundo dos sonhos. É Necessário reformulação da lei trabalhista e que o áudio sirva como prova, pois em grandes casos, os colegas atê presenciam os fatos mas não testemunham pois depois sofrerão consequencias. Acorda povo! Leis Trabalhistas contra! Quero deixar bem calro, que existem ótimos chefes, pessoas de índole exemplar e que ajudam os profissionais a galgarem altos estágios. São excessão mas existem.

    Responder
    • Equipe Ponto Rh

      Não são raros, David. O problema é que as pessoas não tem costume de elogiar publicamente, e é muito mais comum as pessoas expressarem sua raiva e frustração do que satisfação com seus chefes. Por isso é que temos uma visão deturpada de como são os chefes no Brasil, que estão longe de ser esses vilões que as pessoas dizem. Há muitos problemas em vários lugares, que tem que ser denunciados e processados, mas não podemos generalizar.

      Responder
  6. Polianna

    Tive um desentendimento com minha patroa, quando quase perdi o bebe por conta se pega peso, levei um laudo médico e ele não aceitaram então entrei na justiça comtra empresa, por motivo de diminuição de salário.
    Desde que o acordo foi assinado venho sofrendo humilhações, e piadas contas teste contra a minha gravidez e minha vida sentimental.
    Não sei mais o que fazer já que estou desesperada só sei chorar não me alimento mais direito não tenho animo mais pra nada.
    Não sei mais o que fazer!

    Responder
    • Equipe Ponto Rh

      Pollianna, sua situação pode configurar assédio moral. Consulte um especialista.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)