Todos nós já passamos por momentos constrangedores no ambiente profissional. Pode ser uma mensagem enviada por engano, um problema com sua roupa, uma questão de etiqueta. É importante saber que por mais embaraçosa que tenha sido a situação, há sempre uma maneira de se recuperar e proteger sua reputação profissional. Mas como fazer isso?

Situações constrangedoras do cotidiano: o pedido de desculpas

Assumir a responsabilidade é o caminho a seguir quando você foi responsável pela situação embaraçosa. Você deve reconhecer o erro. Desculpe-se pessoalmente e diga que você agiu de maneira errada na situação. Se faz parte de um problema continuo, pergunte o que pode fazer para melhorar a relação entre vocês dois.

Mas saber quando responder a um momento embaraçoso no local de trabalho e quando seguir em frente é fundamental para lidar com esses momentos estranhos. Uma boa dica é analisar se a situação prejudicou sua relação com outros colegas de trabalho. Se não prejudicou, pode ser uma boa ideia seguir em frente.

Saiba quando ignorar as situações embaraçosas

Saber quando seguir em frente é tão importante quanto saber quando pedir desculpas. Se o problema é um e-mail enviado por engano, um mau funcionamento do guarda-roupa ou um romance de escritório que deu errado, algumas coisas realmente são melhores quando não são ditas.

Se não há nada que você possa fazer para melhorar a situação, em geral, é melhor ignorá-la. Quando você aparece e tenta mudar o que aconteceu, você está chamando a atenção para o problema e não para uma solução.

Você pode, por exemplo, ter enviado um email com comentários ácidos sobre um supervisor para todos seus colegas de trabalho. Pode até ter tentado algo para resolver ou pedir desculpas. Mas talvez, seja melhor evitar esse supervisor e não comentar sobre o problema.

Esta estratégia é verdadeira para situações desencadeadas pelas mídias sociais, como quando uma foto pouco atraente de você se encontra na linha do tempo de outra pessoa.

Como regra geral, tente evitar detalhes pessoais. Situações embaraçosas dessa natureza são melhor lidadas quando são simplesmente ignoradas.

Situações embaraçosas no trabalho

Situações vergonhosas no trabalho podem prejudicar sua imagem profissional, mas é possível contornar o problema e proteger sua reputação. (Foto: TheGrindstone)

E quando a situação embaraçosa é um romance do trabalho?

Discrição também funciona se você namora um colega de trabalho, mas às vezes é impossível manter tais interações privadas. Por exemplo, os colegas de trabalho podem saber tudo sobre seu relacionamento com um colega de trabalho porque você está em um escritório muito social onde todos são amigos. Após a separação do casal, ambos podem continuar a sair com o grupo.

Enquanto você não estiver subordinado a outra pessoa, e o relacionamento não está interferindo no trabalho, não há problemas. Mas se algo começar a prejudicar o desempenho de ambos, é bom ter uma conversa. Não se esqueça que algumas empresas exigem que relacionamentos entre colegas de trabalho sejam comunicados ao RH.

Prepare-se para problemas com o guarda-roupas

Talvez nada possa ser tão mortificante quanto uma mancha na sua camisa antes de uma grande reunião, ou perceber que seu zíper estava aberto quando encontrou seu chefe no corredor. Manchas de suor, comida, rasgos, entre muitos outros problemas, podem causar certos embaraços.

Para evitar esses tipos de cenários, mantenha sempre uma peça de roupa sobressalente, um removedor de manchas e um kit de costura, se puder.

Caso contrário, você tem a opção de agir como se o problema não existisse ou reconhecer o o problema fazendo uma piada. Se você pode ter uma boa atitude, geralmente irá quebrar o gelo e então as pessoas poderão ignorá-lo.

Se você notar que um colega tem algum problema no guarda-roupa, diga algo. Você tem que ser direto e discretamente dizer o problema. Se você pode salvar alguém constrangimento, faça.

Como vocês lidam com constrangimentos no ambiente profissional? Quais situações embaraçosas já passaram?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)