Organizações grandes são organizadas em divisões que são lideradas geralmente por um diretor. O cargo de Diretor não é apenas administrar a um nível superior: é um papel distinto que exige habilidades específicas. A direção pode também se fazer parte de empresas menores, incluindo aqui escolas, cursos e muitos outros lugares. Este cargo, exige grandes habilidades e é por isso que profissionais com estas habilidades são muito procurados no mercado de trabalho e exigidos nas grandes empresas. Estas habilidades são fáceis de identificar, mas difíceis de se conquistar pois demandam tempo, esforços e dedicação por parte de um indivíduo para adquiri-las.

Perspectiva global da organização

Diretores tem que aprender a ver as situações do ponto de vista global da organização. Cada diretor tem que entrar na pele do executivo-chefe e contribuir construtivamente para a gestão global da organização. Isso pode significar moldar o desenvolvimento de políticas da organização, ajudando a estabelecer as prioridades de toda a organização ou melhoria dos processos, tais como planejamento estratégico, gestão da informação, definição de orçamento e avaliação de desempenho. Pode envolver a presidir um grupo de trabalho ou representar a organização na mídia. Seja qual for a atividade, os diretores precisam de uma visão clara da organização e seu trabalho, a missão e a visão de futuro que aquela empresa tem.

Não pense que isto é tão fácil quanto parece: você terá de ser uma pessoa capaz de entender e compreender diversas áreas do conhecimento para conseguir entender o que estas pessoas pensam e querem trazer para empresa. Afinal, um engenheiro vai pensar bem diferente de um assistente social.

Pensar estrategicamente

Diretores tem que aprender a pensar a um nível estratégico. Isto exige a capacidade de partir de detalhes práticos e ter uma visão de longo prazo e mais conceitual da organização e seu ambiente. Isto requer alocação de tempo significativo para refletir, conversar com outras pessoas sobre questões estratégicas e construir a capacidade de contribuir de forma construtiva para o pensamento estratégico da equipe de gerenciamento sênior. Isso não é fácil para os gestores que são usados ​​para ser orientados para a ação, resolver crises de hoje e esperando o amanhã.

Diretores precisam fazer uma contribuição para a equipe de gerenciamento sênior que se move além do fornecimento de detalhes da sua área de trabalho. Quando eles estão equipados com este contexto de alto nível, os diretores podem cumprir as suas responsabilidades para o desenvolvimento estratégico da organização, rumo ao momento futuro. Além disso, são eles que repassarão esta visão e missão para os níveis de gestão intermediária. Não podem haver ruídos na comunicação nesse caso: as mensagens tem que ser claras para chegarem a todos de forma igual.

Liderança do diretor e sua função na empresa

Liderar é uma tarefa para poucos. Ser diretor, menos ainda. Além de motivar as pessoas, um diretor deve ser capaz de organizá-las para compreenderem e atingirem os objetivos da companhia. (Foto: laboriousbeesgroup.wordpress.com)

Compreensão do ambiente externo

Diretores tem que ser muito mais conscientes do ambiente em mudanças sociais, políticas e técnicas em torno de sua organização. Mudanças na política social, do governo e das empresas são questões importantes para os diretores. Tais desenvolvimentos exigem mudanças hábeis para a forma como a organização pensa em seu trabalho. Diretores, portanto, precisa, ler muito e extensivamente atuar em rede para manter seu dedo sobre essas tendências externas importantes e estar um passo à frente dos competidores. Estas informações devem ser geridas muito bem para que o diretor consiga separar as que resultarão em benefícios para a empresa e aqueles que poderão trazer só prejuízos.

Responsabilizar os gestores

Diretores precisam aprender a responsabilizar gestores ​​pelo seu trabalho. Em parte, isso é conseguido exigindo que os seus gestores preparem planos estratégicos e operacionais para cada serviço gerenciado pela divisão. Uma das principais funções de um diretor é apoiar os gestores na elaboração de seus planos, para analisá-los de perto, antes de serem aprovados e usá-los para fazer os gestores responsáveis ​​pelo seu desempenho de uma forma regular e sistemática. Diretores cumprem as suas responsabilidades de forma mais eficaz quando ficam de olho no desempenho global de cada serviço e evitam a armadilha de serem puxados para os detalhes. Mesmo assim, é necessário que o diretor seja capaz de delegar funções, tarefas, cargos e objetivos para cada equipe, compreendendo quando e como eles poderão ter melhor desempenho.

Julgar quando intervir

Finalmente, os diretores têm de julgar quando intervir em uma situação e quando recuar. Embora a experiência de gestão vai ajudar aqui, é mais complexo para os diretores. Eles têm de julgar tanto quando intervir no trabalho dos gestores e quando se aprofundar um nível ainda mais para ter um envolvimento com a mão na massa na prestação de serviços de linha de frente. Diretores eficazes podem usar sua experiência para fazer uma diferença substancial em ambos os níveis, mas eles só têm tempo para se envolver com essas poucas decisões quando eles podem fazer uma contribuição significativa. É um erro intervir com muita freqüência. “Meu diretor nunca me deixa fazer o meu trabalho”, é uma queixa comum e que é muitas vezes justificada. Além disso, os diretores efetivos simplesmente não tem tempo para se envolver com o detalhe de todos os serviços sob sua responsabilidade

Considerações finais

Uma boa comunicação, a capacidade de confiar em seus subordinados, compartilhamento e gestão da informação. Tudo isso e muito mais são habilidades que um diretor precisa para fazer a diferença em uma empresa. Estas habilidades podem ser inatas ou adquiridas com o tempo. Seja como for, você também pode, começando agora, estudando e se dedicando para se tornar o melhor funcionário possível e ser reconhecido por isso.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)