O plano de carreira de três etapas tradicional é o mais conhecido por todo nós: fazer uma graduação técnica ou de ensino superior, conseguir um emprego, e trabalhar o seu caminho até o topo da escada pelos próximos anos. Mas esse plano de carreira está bem desatualizado. Profissionais de hoje trocam de trabalho com mais frequência, e a direção de suas carreiras está sempre mudando. Pessoas chegam as 30 começando estudos em novas áreas, completamente diferentes das áreas onde começaram. Afinal, a expectativa de vida aumentou e as pessoas estão com mais tempo para mudar de ideia.

A vantagem desta tendência é que, como um jovem profissional, você vai ter mais escolhas por toda a sua carreira. A desvantagem é que nem todas as escolhas são necessariamente boas, o que pode prejudicar seu crescimento profissional.

Para ajudar no processo da escolha de carreira ideal, você pode restringir suas opções, escolhendo qual carreira e campos lhe interessam. Respondendo a perguntas simples, você pode encontrar a melhor carreira para seus objetivos.

Como escolher carreira profissional

Você pode seguir vários caminhos de carreira, mas é importante ter em mente perguntas que vão te ajudar a escolher o caminho certo. (Foto: parinti.evoluamimpreuna.ro)

Escolher carreira profissional: no que você é bom, e o que você ama fazer?

Você já ouviu falar sobre a filosofia de seguir a sua paixão desde o dia em que você nasceu. Enquanto algumas pessoas tem uma paixão clara, muitos de nós nos encontramos perdidos no quebra-cabeça da paixão de carreira, paralisados de medo que não estamos fazendo a coisa certa, se não temos um objetivo de carreira claro para perseguir. E mesmo se você tem uma paixão, as chances são altas de que seja algo vago e fora do alcance, como se tornar o próximo escritor best seller no Brasil.

O problema não é a ideia de perseguir coisas no que você é bom e que você ama. O problema é que suas aspirações são geralmente muito amplas e difíceis de agir sobre elas. Pense em suas paixões como um ponto de partida. Se você quiser ser o próximo autor de um best seller, essa paixão precisa ser estruturada em torno das habilidades relacionadas a ser um escritor, tais como escrita e edição de texto. Em seguida, você deve fazer um inventário de competências para determinar exatamente o que mais você tem que colocar na sua carreira para ser um bom profissional.

Usando nosso exemplo da profissão de escritor, as perguntas que podem ajudar na profissão são: você é bom em dar feedback e realizar o coaching de outros escritores? Se isso for uma boa opção, você pode se tornar um professor de redação ou tutor, o que pode ser bom para você ganhar dinheiro até escrever seu livro. Talvez você possa pesquisar a fundo um assunto, sintetizando uma tonelada de investigação e orientações sobre direções editoriais?

Seu inventário de competências pode assumir a forma de uma lista de verificação, para você marcar as habilidades que você já tem ou que precisa ter. Um currículo simulada ou entrevistas com amigos, familiares, professores e ex-empregadores, pode fornecer uma perspectiva externa de seus caminhos de carreira. Você pode então voltar para sua lista e combinar com mais cuidado suas habilidades e interesses a trabalhos que você já teve, certificados que você já obteve, limitando de as opções que não são tão adequadas para você, com as melhores perspectivas de crescimento.

Carreira profissional de sucesso: promoção ou prevenção?

Sentir-se motivado é um aspecto essencial da satisfação no trabalho. Mas causas para a motivação variam muito de pessoa para pessoa. Em geral, há dois tipos de motivação principais: foco no promoção e foco na prevenção.

Profissionais com foco em promoção são criativos, empreendedores. Eles trabalham de forma rápida, aproveitando novas oportunidades e pensando de forma abstrata. A desvantagem é que eles podem ser impulsivos, excessivamente otimistas e estão propensos a cometer erros maiores.

Profissionais com foco em prevenção são exatamente o oposto, com foco na manutenção do status quo e protegendo sua estabilidade. Esses profissionais preferem planejamento, confiabilidade, rigor e pensamento analítico.

Enquanto todos nós precisamos de um pouco de pensamento focado em promoção e orientado para a prevenção, é importante determinar o caminho para o qual você você tende antes de mergulhar para um caminho fixo de carreira. Uma pessoa com foco em prevenção, por exemplo, se dará muito melhor como um empregado de uma grande corporação do que lançar sua própria startup. Uma pessoa orientada para a promoção irá provavelmente sentir-se sufocada em um emprego tradicional, prosperando em um ambiente mais criativo com maiores riscos e recompensas maiores.

Escolha da profissão: qual o melhor ambiente para seu perfil?

É útil fazer testes de personalidade para te ajudar na ambientação para um emprego. Isso irá ajudá-lo a identificar mais exatamente o que você precisa em seu ambiente de trabalho para prosperar. Particularmente importante é determinar se você é mais um introvertido ou extrovertido, já que os dois tipos de personalidade são muito diferentes em suas necessidades.

Um introvertido, por exemplo, pode ser mais atraído para um papel de pesquisa, mais tranquilo, enquanto uma pessoa extrovertida irá prosperar em um ambiente cheio, com muita atuação ativa, e falas em público. A quantidade de trabalho de equipe necessária no ambiente e o contato frequente com os clientes também são fatores a considerar.

Em um mundo que não consegue parar de falar, introvertidos e extrovertidos podem sempre prosperar em papéis mais adequados para o tipo de personalidade oposta, contanto que eles sejam apaixonados pela causa ou sejam capazes de adaptar o trabalho para encaixar em seu estilo. É por isso que parar para pensar suas paixões é importante, mas você também vai descobrir muitas novas paixões ao longo do caminho.

Estilo de vida que você quer e a carreira

A maioria dos empregos começam com pelo menos alguns anos de trabalho duro com salários mais baixos do que você gostaria. O que é mais importante é olhar para frente para as pessoas que já estão no plano de carreira que você quer para você, determinando se o estilo de vida que elas levam é desejável. Alguns fatores que você pode querer considerar incluem a quantidade de controle que você tem sobre seu próprio tempo, seu salário, e a quantidade de viagens envolvidas, entre outros fatores.

Não estamos dizendo que você precisa ter um objetivo exato, com um salário de R$5.000 por mês. O que queremos dizer é que o que é aceitável para você é altamente individual, e é importante fazer o que vai te deixar mais confortável.

Por exemplo, se lidar com uma comunidade te dá mais satisfação de trabalho, então talvez se tornar um assistente social com um salário relativamente baixo irá satisfazer suas necessidades. Mas se você preferir se desligar do trabalho no final do dia e ir viver sua vida normal, incluindo comer fora, viajar e se divertir, então talvez um objetivo com maior salário é mais apropriado.

Qual carreira escolher: defina onde você quer viver

Embora não seja essencial para todos os tipos de carreira, determinar onde você quer viver pode ser uma parte importante do processo de busca de carreira. Isto é especialmente verdadeiro para os trabalhos que estão concentrados em determinadas regiões. Se você deseja trabalhar na indústria de publicidade e propaganda, então você provavelmente vai precisar se deslocar para grandes centros urbanos. Quer trabalhar com plantações de soja? Você deve ir para os estados do centro oeste brasileiro. Quer trabalhar como professor? Qualquer lugar pode ser ideal para morar.

Além da região geográfica, pense novamente sobre o estilo de vida em oferta nos lugares que você vai. Você procura um estilo de vida metropolitano, com restaurantes e atrações culturais em cada esquina? Ou você precisa a beleza e tranquilidade de um ambiente rural?

Este é outro lugar onde os dados podem ser extremamente úteis. Se localização é importante para você, pesquise dados do IBGE para saber quais atividades são mais comuns em diferentes regiões do país. Iddo ajuda na direção a ser tomada.

Decidir qual carreira é ideal para você pode ser um processo cansativo. Ao invés de focar na identificação de um caminho direto, primeiro determine suas próprias necessidades e metas e, em seguida, sincronize suas descobertas com o que o mundo tem para oferecer. Isso vai te ajudar a tomar o caminho certo na sua vida profissional. Não se sinta envergonhado ou tímido de fazer um teste vocacional com um psicólogo também. Os resultados podem ser surpreendentes.

Como você decidiu qual carreira seguir? Quais conselhos daria para quem está procurando uma carreira agora?

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)