O espanhol é uma das línguas mais faladas no mundo. Mas quando a comparamos com outras línguas, sua importância parece se minguar um pouco, principalmente no mercado de trabalho. Principalmente na hora de decidir sobre o aprendizado de uma segunda língua, uma análise é crucial para a decisão se vale ou não a pena aprender o espanhol para o mercado de trabalho ou até para uma viagem internacional.

Aprender espanhol é necessário para manter o ritmo com a cultura popular

Aprender espanhol irá permitir-lhe manter o ritmo com a influência latino-americana sobre a cultura que é cada vez mais forte, algo ainda mais verdadeiro em países como os EUA, onde os imigrantes latinos exercem grande poder cultural.

Aprender espanhol é na verdade uma receita médica!

A pesquisa indica que conhecer e utilizar duas línguas reduz suas chances de desenvolver demência, incluindo a doença de Alzheimer. Os cientistas que estudaram foram motivados por estudos anteriores que mostraram que o bilinguismo melhora habilidades mentais em crianças e em adultos mais velhos. Outros estudos mostram que estudar idiomas pode melhorar sua memória e lento declínio na acuidade mental pelo envelhecimento. E estudar outro idioma faz você mais esperto: suas habilidades de pensamento crítico serão melhorados enquanto você aprende a ver as coisas através de uma lente diferente. Aprender uma segunda língua estimula a criatividade e possibilidades.

Aprender espanhol está rapidamente se tornando uma necessidade do negócio

Espanhol está se tornando cada vez mais importante no que diz respeito aos negócios. Você poderá se comunicar melhor com pessoas que falam espanhol. Não seria bom ser capaz de oferecer seu produto, trabalho ou serviço para os 350 milhões de pessoas cuja língua materna é o espanhol? Na América do Norte, os consumidores hispânicos são o segmento que mais cresce no mercado. Quanto às oportunidades de emprego, certamente não faria mal ter espanhol em seu currículo. Saber espanhol pode ser especialmente útil se você trabalha na área de saúde ou educação. Uma coisa é certa: se você é bilíngue, você será mais comercializável e tem mais opções de carreira do que monolíngues. A globalização e acordos de livre comércio estão encolhendo o mundo dos negócios, e aqueles que sabem mais do que uma língua terão definitivamente mais chances.

Dificuldade em aprender espanhol

Pode até parecer fácil, mas o espanhol é muito mais diferente do português do que você imagina. (Foto: www.altermob.org)

Espanhol em todos os lugares

Na Europa, o espanhol é o segundo idioma mais popular, depois do Inglês. Nos EUA há alguns movimentos políticos que querem força o país a reconhecer o espanhol como segundo idioma. Com cerca de 400 milhões de falantes, o espanhol é a quarta língua mais falada no mundo. Apenas Mandarim, Inglês e Hindi tem mais falantes. Se você contar apenas falantes nativos, o Inglês é superado pelo espanhol. O espanhol é uma língua não oficial em quatro continentes e é a língua materna em 21 países. O grande número de falantes de espanhol e sua taxa de crescimento faz da aprendizagem de espanhol uma escolha inteligente. Só não vale tentar usar o portunhol e achar que você será compreendido.

Aprender espanhol expande seu universo.

Os limites da sua linguagem são os limites do seu universo. Não há dúvida de que a aprendizagem espanhol irá expandir o seu próprio universo pessoal. À medida que a população hispânica continua a crescer a uma taxa desproporcional, torna-se cada vez mais provável que você ter de lidar com pessoas que falam espanhol tanto no dia a dia quanto na rotina profissional. A fluência aqui é tanto um diferencial interpessoal quanto profissional, facilitando na hora de encontrar oportunidades.

Saber espanhol vai transformar completamente a sua experiência de viagem.

Embora seja certamente possível viajar para um país de língua espanhola sem saber nada de espanhol, a sua viagem de maneira nenhuma se compara com a incrível aventura que aguarda o viajante que fala espanhol. Se você só fala Inglês ou português, você será forçado a limitar-se a resorts turísticos populares, onde quase todos falam um pouco de Inglês. Mas se você quiser explorar a área e conhecer o povo local, você precisa saber espanhol. Mesmo coisas simples, como ler os sinais e menus, pedir direções ou dizer para um motorista de táxi onde você quer ir, requer algum conhecimento da língua. Povos latino-americanos são incrivelmente generosos, e se você falar espanhol, você vai encontrar-se sendo recebido de uma maneira que nunca aconteceria se só falava Inglês ou português. Simplificando, quando você viajar para um país de língua espanhola, conhecer a língua permite-lhe mover-se do papel de observador ao de um participante ativo.

Saber falar espanhol irá permitir que você ajude os outros

Se você é do tipo de pessoa que gosta de ajudar os outros, aprender a falar espanhol vai colocá-lo em uma posição onde você pode ajudar tanto os falantes de espanhol que não falam sua língua, quanto falantes de sua língua que não falam espanhol. Infelizmente, o padrão de vida em muitos países de língua espanhola é bastante baixo para os padrões ocidentais normais. Às vezes, é pasmadamente baixo. Sem estereótipos, a América Latina é uma região atingida pobreza, e há uma grande quantidade de pessoas em grande necessidade. Aprender espanhol irá prepará-lo para dar o próximo passo e poder, se você quiser, ajudar estes povos em necessidade.

Pacotes para aprender línguas

Muitas escolas de idiomas já oferecem pacotes onde é possível aprender mais de uma língua, sendo o espanhol quase sempre uma delas. (Foto: learn-spanish-online.maxupdates.tv)

Aprender por aprender

Não se pode negar que, estudando espanhol você vai, sem dúvida, obter uma melhor compreensão da sua língua materna. O espanhol é o que chamamos de linguagem “romance”, o que significa que ela é baseada no latim, a língua do antigo Império Romano. Muitas palavras no português também são de origem latina, e assim, quando você aprender o vocabulário em espanhol, você irá simultaneamente expandir o seu vocabulário nativo. Você também vai descobrir que a sua compreensão do significado profundo destas palavras portuguesas de origem latina é bastante reforçada. Além disso, ao estudar a gramática do espanhol, você vai perceber como ela é semelhante ao do português, assim como a forma. Isto irá aumentar a sua consciência da gramática de sua língua nativa. Porque o espanhol é quase foneticamente perfeito, você pode olhar para quase qualquer palavra e saber imediatamente exatamente como pronunciá-lo. Esta característica faz do espanhol das línguas mais fáceis de aprender. E, quando se trata de aprender uma terceira língua, como o inglês, francês ou italiano, já saber espanhol será uma vantagem enorme porque essas línguas também são línguas com raízes no latim.

Aprender espanhol permitirá que você apreciar melhor contribuições culturais hispânicas

Para muitas pessoas, o desenvolvimento de uma compreensão mais profunda da cultura latino-americano está se tornando cada vez mais importante. Não há mais caminho certo para ganhar essa percepção do que aprender a falar espanhol. Lendo jornais espanhóis e revistas da América Latina e irá abrir uma janela para a mente hispânica. Saber a língua irá prepará-lo para melhor apreciar alguns dos grandes hispânicos clássicos e modernas contribuições culturais. De Miguel de Cervantes a Gabriel Garcia Marquez, contribuições literárias latino-americanas são monumentais. Dos retratos reais de Goya para as representações surrealistas de Picasso, a influência espanhola sobre as artes plásticas tem sido substancial. E não vamos ignorar gastronomia! Aprender espanhol pode ser a desculpa perfeita para desfrutar da gastronomia dos povos de língua espanhola. Burritos, tamales, paella, papusas, arroz con frijoles, ceviche…a lista só aumenta, e é um delicioso indicador da grande diversidade da cultura hispânica.

Comparando o espanhol com outras línguas

São três línguas que hoje fazem diferença no mercado de trabalho: inglês, chinês e espanhol. Em alguns poucos mercados, alemão e japonês também são diferenciais.

No Brasil, onde bem menos de 10% da população é fluente em uma segunda língua, qualquer que seja sua opção para estudar já vale, desde que você se dedique à fluência. Lógico que se for sua primeira língua estrangeira, o inglês pode ser a maior prioridade, visto que é praticamente uma língua franca. Porém, você não sai tanto no prejuízo ao aprender espanhol, mas a priorização do inglês, na questão do mercado de trabalho e busca do melhor emprego, deixa o espanhol com certeza em segundo plano. Mas nada te impede em aprender os dois simultaneamente ou um depois do outro: a escolha e dedicação são todos seus.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)